Prefeitura anuncia mutirão para tentar agilizar a vacinação contra a covid-19: saiba como será

10/jun 20:39
Por Redação/ Tribuna de Petrópolis

A Secretaria de Saúde anunciou que fará um mutirão para acelerar a vacinação contra a covid-19. A ação será direcionada aos trabalhadores da Educação, que fazem parte dos grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização contra a covid-19, do Ministério da Saúde.

A vacinação dos profissionais da educação infantil e fundamental será concentrada entre sábado (12) e segunda-feira (14) em um número maior de pontos de vacinação.

Atualmente a vacinação para os trabalhadores da Educação vem sendo realizada em quatro pontos. O cadastramento deste grupo foi aberto nesta quinta-feira (10/06) para profissionais da educação infantil e fundamental para vacinação a partir deste sábado (12).

Os profissionais dos ensinos médio e superior, serão contemplados em uma segunda etapa. Segundo a Secretaria de Saúde, o cadastramento será liberado com a chegada de mais vacinas. Em paralelo, a Secretaria de Saúde seguirá cadastrando as pessoas com mais de 59 anos, cujas vagas são disponibilizadas de acordo com as doses disponíveis e/ou o envio de novas remessas pelo Ministério da Saúde.

Segundo o secretário de saúde, Aloísio Barbosa Filho, o mutirão é possível porque Petrópolis recebeu doses exclusivamente para este público. “Até quarta-feira (9/6) equipes do Serviço de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde já tinham vacinado 1.147 profissionais de Educação e a intenção é agilizarmos a vacinação deste público. Em paralelo seguiremos vacinando as pessoas com comorbidades e todos os demais grupos já contemplados no PNI”, disse.

Para tentar acelerar o atendimento aos profissionais de Educação, a Secretaria de Saúde informou que abrirá dois pontos extras para vacinação neste sábado: o Centro de Saúde (Centro), e a UBS do Quitandinha. Além deles a vacinação será realizada no Clube Petropolitano; UCP da Rua Benjamin Constant, na UCP do Bingen, no Parque Municipal em Itaipava, e no ponto de vacinação no Hipershopping, no Alto da Serra. Lembrando que é necessário preencher o cadastro para vacinação no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Ritmo da vacinação segue lento

A vacinação em Petrópolis e demais municípios do Rio segue lenta, devido à baixa distribuição de doses de vacinas por parte Ministério da Saúde. Conforme a Tribuna divulgou, até a semana passada, Petrópolis estava com a cobertura vacinal abaixo da média dos municípios do entorno.

Dados que compararam o ritmo da vacinação em alguns municípios do entorno com base nas informações fornecidas pelas Secretarias de Saúde de cada município à Tribuna, mostram que Petrópolis seguia abaixo da média, com 29,17% da população total vacinada até a última terça-feira. Enquanto isso, municípios como Rio de Janeiro, São Gonçalo e Niterói estavam acima de 30%, desde 31 de maio.

Quem pode se vacinar

Para os demais grupos a vacinação segue dentro do calendário divulgado pela Secretaria de Saúde.

Podem se cadastrar para a vacinação no momento:

  • Pessoas com mais de 59 anos sem comorbidades
  • Pessoas com comorbidades acima de 18 anos
  • Profissionais da Educação acima de 18 anos que atuam na Educação infantil (crianças de 0 a cinco anos) em Centros de Educação Infantil e em escolas que têm turmas da educação infantil e profissionais de Educação que atuam no ensino fundamental.
  • Trabalhadores da saúde com mais de 18 anos
  • Pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos
  • Pessoas com autismo maiores de 18 anos
  • Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) com mais de 18 anos.
  • Pacientes renais crônicos em diálise com mais de 18 anos
  • Pessoas com paralisia cerebral maiores de 18 anos
  • Idosos com mais de 60 anos (aqueles que perderam o chamamento feito anteriormente)
  • Gestantes e puérperas:

Gestante e puérperas com comorbidades acima de 18 anos (não precisam se cadastrar previamente e devem apresentar laudo indicando que estão aptas a receber a vacina)
A vacinação de gestantes e puérperas maiores de 18 anos com comorbidades, está sendo feita com a aplicação da vacina CoronaVac. As doses do imunizante do Butantan destinadas a este público estão sendo aplicadas em dois pontos da cidade: no campus da UCP Benjamin Constant (Centro) e no Parque Municipal, em Itaipava.

Últimas