Giro da Tribuna pelo Esporte: Petrópolis: a cidade do futebol profissional em 2022?

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 11/mar 17:52
    Por Roberto Márcio, especial para a Tribuna

    Em meio a tragédia do dia 15 de fevereiro que matou mais de 230 pessoas e ainda deixou um sem número de desabrigados, as boas notícias que chegam vem do esporte. A temporada de 2022 não será marcada apenas pela enxurrada que tirou a vida de centenas, mas do impulso que o futebol profissional vai dar ao longo da temporada, pois no total a cidade contará com três equipes jogando Estaduais, fato inédito no desporto.

    O gestor de futebol e técnico Alan Pascoal, divulgou recentemente que comprou o Gonçalense, atualmente na Série A-2 e que no ano que vem vai jogar as competições com o nome de Petrópolis FC. Até o momento, o único nome oficial da comissão técnica divulgado foi o de Rafael Ferreira, o Zoinho na gerência de futebol. O Gonçalense/Petrópolis se junta a Serrano, na B1, e Vera Cruz, na C, como os petropolitanos no profissional.

    Jogo dos 30 anos do título: Serrano pronto para enfrentar rival

    O contratempo recente em que a organização precisou mudar, de última hora, o local do jogo entre Serrano x Camisa 10, do estádio do Petropolitano para Cascatinha, não mudou em absolutamente nada a empolgação para o primeiro de uma série de amistosos em comemoração aos 30 anos da primeira conquista do Leão da Serra na Segundona. O duelo começará às 10 horas.

    Jogo dos 30 anos do título: Serrano pronto para enfrentar rival 2

    O adversário do Serrano neste domingo vai entrar em campo com um time que tem tudo para estragar a festa dos vários cinquentões serranistas, em Cascatinha. A seleção do Camisa 10 porá em campo jogadores como o zagueiro Leonardo, que fez dupla com Odvan no Vasco, o meio campista Robinho que passou pelo Madureira e Botafogo. Os organizadores do time são Gustavo Simoni e Vítor Cassiano.

    Jogo dos 30 anos do título: Serrano pronto para enfrentar rival 3

    Quem vencer entre Serrano x Camisa 10, vai levar para casa o Troféu Arnaldo Rippel, homenagem ao médico que cuidou dos jogadores do Leão da Serra durante o Campeonato Estadual de 1992. Ele vive a expectativa de reencontrar jogadores com quem tratou, entre eles o zagueiro Rogerão, que participou até de uma cirurgia. Feliz com a homenagem, o médico prometeu contar boas histórias daqueles tempos.

    Alan Pascoal quer levar experiência de sucesso do Fut 7 para seu clube

    Alan Pascoal montou, há quatro anos, o Petrópolis como time de Fut 7 e que chegou a disputar o Campeonato Brasileiro da modalidade. O know how adquirido no popular “soçaite” o levou ao futebol e, em 2019, comandou o Bonsucesso que terminou campeão estadual da Série B1. Depois foi para o Rio Grande do Norte e adjacências até, recentemente, virar manager do Gonçalense.

    Alan Pascoal quer levar experiência de sucesso do Fut 7 para seu clube 2

    Ainda sobre o Gonçalense, por mais incrível que pareça é que Petrópolis, na teoria, está mais próxima de voltar à elite do futebol do Rio de Janeiro. Caso o time de Alan Pascoal seja o campeão estadual da Série A-2, estará no Campeonato Carioca em 2023, enfrentando os quatro grandes, entre outros. E, se isso acontecer, estreará com o nome de Petrópolis no lugar de Gonçalense, que valerá pela última vez na Segundona deste ano.

    Gonçalense/Petrópolis deve ter Cascatinha como mando de campo

    A intenção do Gonçalense/Petrópolis é fazer do estádio Osório Júnior, em Cascatinha, o palco do mando de jogos do time no Campeonato Estadual da Série A2 no município. Não há nada definido ainda, mas a tendência é utilizar o campo do clube petropolitano na A-2. Aliás, não seria a primeira vez que o local sediou um Estadual: em 1997, o Cascatinha disputou a Terceira Divisão do Estadual.

    Barcelona será primeiro adversário do Vera Cruz no Estadual da Série C

    Na quarta-feira à tarde, na sede da Federação de Futebol do Rio, aconteceu o conselho arbitral do Campeonato Estadual da Série C. E o Vera Cruz, que vai estrear em maio na competição contra o Barcelona, fora de casa. O time petropolitano, que vai brigar pelo acesso à Série B2 no ano que vem, segue otimista para seu maior desafio em décadas de existência no esporte.

    Em vantagem, Corrêas pode faturar dois títulos no estádio do Serrano

    Neste domingo, o Corrêas pode se consagrar como o principal clube de futebol amador da cidade de 2021. Afinal, estará em duas finais que acontecem no estádio Atílio Marotti, do Serrano, sendo que a decisão do sub-15, contra Oswaldo Cruz, começará às 8h30, enquanto que, no sub-17, a bola para a finalíssima entre o alvirrubro contra o Petropolitano vai iniciar às 10 horas. 

    Últimas