Versões híbridas do Jeep Renagade e Compass chegarão este ano no Brasil

  • 29/02/2020 13:00

    A Fiat-Chrysler confirmou os planos de começar as vendas do Jeep Renegade híbrido plug-in ainda em 2020, além de trabalhar para lançar também o Compass PHEV ainda neste ano no mercado brasileiro. O anúncio foi feito por Antonio Filosa, presidente da FCA Latam. Embora valores ainda não tenham sido revelados, a marca diz que serão bem competitivos, principalmente no caso do Compass, que enfrentará o Toyota RAV4 Hybrid que parte de R$ 176.990. Ainda não há uma confirmação exata da data de lançamento. Se não houver nenhuma surpresa, o Renegade será o primeiro SUV compacto híbrido do mercado brasileiro. 

    Renegade e Compass inclusive serão os primeiros modelos a usarem o novo motor 1.3 turbo da família Firefly aqui no Brasil. Na versão combinada, eles entregam 130 cavalos (para o Renegade) ou 180 cv (para Renegade e Compass). Este motor ainda é combinado com um elétrico, de 60 cv. Com isso, a potência combinada fica entre 190 cv e 240 cv. O motor a gasolina é o responsável por tracionar as rodas dianteiras. Já o elétrico fica com as rodas traseiras. Até por isso, a Jeep batizou as versões híbridas de 4xe, em vez de 4×4. Segundo a montadora, a autonomia usando apenas o motor elétrico é de 50 km, e a velocidade máxima que este propulsor é capaz de levar os modelos é de 130 km/h. 

    Leia também: Grande lançamento do ano da Fiat, nova geração da picape Strada chega após 24 anos

    A recarga do motor elétrico poderá ser realizada por meio do motor a combustão ou por tomadas. A Jeep mencionou, para a imprensa, que os novos modelos prometem acelerações mais ágeis e uma resposta mais rápida do motor mesmo em condições off-road, por conta do torque instantâneo do motor elétrico. Os carros apresentaram ainda novidades no espaço interno, como sistema multimídia e quadro de instrumentos com funções relacionadas ao novo tipo de propulsão.

    A princípio, os dois SUVs virão importados da Itália e serão abastecidos somente com gasolina. Porém a marca não descarta fazer a preparação para aceitar também etanol no futuro, dependendo da demanda pelo carro. A fabricante estuda a possibilidade de produzir os carros no Brasil após o início da montagem do motor 1.3 turbo em Betim (MG), importando apenas o conjunto elétrico, mas isso ainda não está confirmado. Tanto o Jeep Renegade 4xe quanto o Compass 4xe serão os primeiros da nova leva de carros eletrificados da Fiat-Chrysler, mas não serão os únicos. O icônico o Wrangler, modelo mais emblemático da empresa, também chegará ao país em versão híbrida. 

    O presidente da FCA também afirmou que a empresa irá apostar tanto nos híbridos plug-in quanto nos elétricos e nos híbridos-leves, porém descarta o desenvolvimento de um modelo com um sistema híbrido convencional, como é o caso do concorrente RAV4, pois a marca acredita que este tipo de veículo perderá espaço nos próximos anos.

    Últimas