Vem aí o E, carro totalmente elétrico da Honda

  • 12/08/2019 16:55

    Mais uma montadora confirmou o lançamento de um modelo de carro totalmente elétrico no mercado. A japonesa Honda anunciou para 2020 a chegada do Honda E. A companhia pretende ter uma nova plataforma de carros totalmente elétricos em produção até 2025. O Honda E será o primeiro dessa nova linha a ser desenvolvida. O carro, no geral, tem o estilo que remete a carros clássicos da Honda, como o N360 (1967) ou ao Civic de primeira geração (1972). O design também lembra o Fiat 147.

    Em um comunicado oficial para imprensa, a Honda divulgou as fotos do carro, mas destacou que elas ainda são de protótipos. No entanto, é certo que o design final será preservado e que a pegada retrô será o grande chamariz do modelo. Além disso, a marca adiantou dados importantes sobre o conjunto mecânico do modelo: serão 150 cv de potência, torque (instantâneo) de 30,6 kgfm, bateria com 35,5 kWh de capacidade e autonomia de 200 km. 

    Outra grande novidade do Honda E é que o carro contará com câmeras no lugar dos tradicionais espelhos retrovisores, que serão posicionadas de modo a não avançar sobre o limite dos arcos das rodas para dar ao motorista a possibilidade de estacionar em vagas mais estreitas. Outra vantagem diz respeito ao alcance das imagens, uma vez que será possível alterar entre os modos “normal” e “amplo”, reduzindo os pontos cegos pela metade. O motorista acompanhará todos os detalhes por meio de duas telas de 6 polegadas instaladas nos cantos do painel. E por falar no painel do carro, totalmente digital, ele ocupará toda a parte frontal do carro. Em algumas versões terá detalhes em madeira. Estarão disponíveis conexão sem fios para os smartphones, sistemas operados totalmente por voz e todos os tipos de informações sobre a viagem e o estilo de condução do condutor.

    Detalhes sobre o desempenho e a performance não foram revelados. Mas em testes realizados na Europa, a mídia especializada e convidada pela Honda afirmou que a dirigibilidade é um dos pontos fortes do modelo, especialmente por conta da plataforma inteiramente dedicada a veículos EVs que, entre outros atributos, reúne tração traseira, suspensão independente, baixo centro de gravidade e distribuição de peso na proporção 50:50. Foi revelado que o compacto terá ainda um modo esportivo de condução para amplificar as respostas do acelerador e melhorar o desempenho, embora alguns apontem o comprometimento da autonomia. A Honda ainda não divulgou qual será o valor do veículo.

    Híbridos esquentam a disputa entre Honda e Toyota

    Neste ano, a Honda reabriu sua fábrica brasileira no interior de São Paulo, que passou três anos fechada, para reagir contra a Toyota, sua grande rival, no universo dos carros elétricos. Mas, enquanto a Honda anuncia novidades futuras por aqui, a Toyota já vende no mercado brasileiro o híbrido Prius e confirmou o lançamento no País no final do ano da nova geração do Corolla Hybrid, com a configuração flex, além do RAV4 com a mesma tecnologia. 

    Enquanto desenvolve e finaliza seu modelo totalmente elétrico, a Honda já tem no mercado um  modelo híbrido: o utilitário esportivo CR-V. Sob o capô do CR-V Hybrid , há um motor elétrico de 184 cv e 32,1 kgfm associado a um 2.0 aspirado, a gasolina, de 145 cv e 17,9 kgfm de torque. Ele chega ao Brasil no ano que vem, com o salgado preço de cerca de R$ 230 mil reais. Também está no radar da empresa o sedã Accord Hybrid, que usará a mesma estrutura de motores do CR-V.

    Últimas