Unidades do Ambulatório Escola da Unifase terão atendimentos on-line

16/set 19:01
Por Redação/ Tribuna de Petrópolis

Diante das emergências no cenário mundial de saúde, devido à pandemia, questões relativas ao atendimento on-line, teleassistência, teleinterconsulta e telematriciamento entraram em cena como protagonistas e, atualmente, são utilizadas em diversas unidades de saúde do país. Nesta semana, essas inovações tecnológicas estão sendo implementadas também em Petrópolis, através da atuação do Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto/Faculdade de Medicina de Petrópolis no atendimento prestado à população nas Unidades de Saúde da Família geridas pela instituição e no Ambulatório Escola da UNIFASE/FMP.

“Com a pandemia, os debates mais pragmáticos e fundamentalistas, de que tudo só pode ser feito presencialmente, foram colocados em cheque e todos tiveram que se adaptar aos novos desafios. Nesse movimento, a Faculdade de Medicina de Petrópolis, através do Ambulatório Escola e das Equipes das Unidades de Saúde da Família próprias da instituição, implementa a tecnologia do telematriciamento, da teleinterconsulta e da teleconsulta, acompanhando o movimento mundial de redefinição das estratégias mais adequadas para ampliar a acessibilidade da população à saúde”, destaca o médico e professor Paulo Klingelhoefer de Sá, coordenador do curso de Medicina, das Unidades de Saúde da Família e do Ambulatório Escola da UNIFASE/FMP.

Desde o início da pandemia, as equipes de Saúde da Família que atuam nas unidades geridas pela UNIFASE/FMP (Boa Vista, Estrada da Saudade, Machado Fagundes e Nova Cascatinha) estabeleceram protocolos de acompanhamento da saúde da população, utilizando as tecnologias disponíveis para realizar a teleorientação e a teleinterconsulta. A partir desta semana, o Ambulatório Escola da UNIFASE/FMP amplia a atuação das equipes de saúde e inicia as atividades de telematriciamento e de teleinterconsulta em cardiologia, colocando a instituição na vanguarda das práticas em saúde.

“A introdução da telemedicina no programa de ensino de Clínica Médica, e a correspondente oferta desse serviço no Ambulatório Escola e nas Unidades de Saúde da Família da FMP, tem duplo benefício: preparar os futuros médicos para o adequado uso dos novos recursos tecnológicos na prática médica, bem como, assegurar a qualificação da atenção à saúde no SUS ao permitir que os médicos que atuam nas USF’s possam se articular com a equipe de especialistas do AMBE, independentemente do deslocamento das pessoas, em um esforço conjunto para a resolução dos problemas do paciente. Desta forma, ganham os estudantes, que se qualificam para a prática profissional dos novos tempos; e ganha a população, que receberá uma atenção mais qualificada à sua saúde, com a superação de obstáculos que fazem parte do dia a dia do sistema de saúde – acesso à consulta e aos pareceres de especialistas, redução de tempo e de deslocamento. Estamos esperançosos com os resultados dessa iniciativa e esperamos, como é dever das universidades, desenvolver um programa piloto que possa servir para aplicação posterior no sistema de saúde de Petrópolis”, destaca Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves, supervisora geral da UNIFASE/FMP.

As novas tecnologias utilizadas serão aplicadas nas atividades de introdução da tecnologia no curso de graduação e também na pós-graduação (Residência Médica).

“Os alunos de medicina e os residentes, com supervisão direta dos professores envolvidos, terão uma grande oportunidade para o desenvolvimento do raciocínio clínico, seguindo as características das diversas formas de acompanhamento dos pacientes, tanto no sistema de atenção primária à saúde quanto no sistema de avaliação especializada, sempre tendo o paciente como meta prioritária de todos os esforços desenvolvidos. Assim, os estudantes estarão incorporando o conhecimento e as habilidades necessárias à pratica profissional no dia a dia”, conclui o cardiologista Oswaldo Pizzi, professor responsável pela disciplina de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Petrópolis (UNIFASE/FMP).

Todo ano são realizados investimentos na área de tecnologia da Faculdade de Medicina de Petrópolis, instituição que é referência na formação de profissionais da área da saúde no estado do Rio de Janeiro, com mais de 50 anos de tradição.

Últimas