Um “troféu” que o motorista não gostaria de receber: gasolina mais cara do Estado está em Petrópolis

24/jul 05:00
Por Luana Motta

Levantamento feito pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 11 e 17 de julho, mostra que Petrópolis tem a gasolina comum mais cara de todo estado, com a média de venda à R$ 6,77 o litro. Em um dos 18 postos visitados pela ANP em Petrópolis, o preço da gasolina foi registrado a R$ 6,89. A fiscalização coletou dados de postos de combustíveis em 24 municípios no Rio de Janeiro. Todos estão vendendo a gasolina comum com valor acima de R$ 6 o litro.

A alta dos combustíveis tem sido dolorosa para o bolso dos consumidores. O último reajuste anunciado pela Petrobrás no início do mês, foi de 6% o que elevou de R$ 2,53 para R$ 2,69 o preço de venda nas refinarias. O valor até chegar ao consumidor final é acrescido de impostos e taxas e pode chegar perto de R$ 7 o litro.

A ANP visita semanalmente os postos de combustíveis nos municípios. Em Petrópolis, o órgão visitou 18 postos, a média de venda entre estes é de R$ 6,77 o litro. O preço mais baixo encontrado em um dos postos foi de R$ 6,69 e o mais caro foi de R$ 6,89.

Confira a lista dos 10 municípios, visitados pela ANP, que possuem a média de venda gasolina comum com o preço mais elevado:

1º Petrópolis – R$ 6,77

2º Nilópolis – R$ 6,69

3º Cabo Frio – R$ 6,67

4º Angra dos Reis – R$ 6,66

5º Valença – R$ 6,58

6º Volta Redonda – R$ 6,57

7º Saquarema – R$ 6,56

8º Resende – R$ 6,46

9º São Francisco de Itabapoana – R$ 6,44

10º Araruama – R$ 6,39

Últimas