Segundo maior felino do continente americano, onça parda é flagrada em parque do Inea em Nova Friburgo: assista

26/jul 17:42
Por Redação/ Tribuna de Petrópolis

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) registrou, no último dia 12, a presença de uma onça-parda (Puma concolor) em Nova Friburgo, dentro dos limites do Parque Estadual dos Três Picos (PEPT), unidade de conservação administrada pelo órgão. Segundo maior felino do continente americano, a espécie tem baixa população naturalmente, e está ameaçada pelo avanço da ação humana no habitat natural.

O animal símbolo do PEPT foi filmado em dois pontos, na parte baixa e na parte alta do Complexo Caledônia, localizado na Região Serrana do Rio de Janeiro. A presença da espécie na unidade de conservação evidencia que o ecossistema da região está saudável, uma vez que a mesma está no topo da cadeia alimentar. A sobrevivência do felino no parque indica também que o ambiente proporciona condições para que isto aconteça.

“Fortalecer os nossos Parques e Unidades de Conservação é parte fundamental do nosso trabalho, pois com isso garantimos um ecossistema saudável para as espécies de fauna e flora em nosso estado”, destaca o Secretário do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha.

O monitoramento de animais no local é feito por meio de 20 armadilhas fotográficas com câmeras que foram disponibilizadas à unidade de conservação por meio do projeto Aventura Animal e do colaborador Juram Santos. O equipamento auxilia a equipe do PEPT no monitoramento da qualidade ambiental da fauna.

“As armadilhas promovem, por meio de registro visual, um maior conhecimento da fauna presente dentro do parque e na região. É importante vermos a atividade do animal, como ele se comporta, o que ele faz naquele espaço. Monitoramos também a presença humana, o que auxilia na coibição da caça, por exemplo”, explica o coordenador do Núcleo Três Picos, Rominique Schimidt.

A onça-parda, também conhecida como Suçuarana e Leão-baio, alimenta-se de animais silvestres de portes variados e exerce papel vital na manutenção da integridade dos ecossistemas onde ocorre. A espécie tem a capacidade de adaptação a vários tipos de ambientes, de desertos quentes aos altiplanos andinos, com maior atividade ao entardecer e à noite.

Sobre o parque

Com área aproximada de 65 mil hectares, o Parque Estadual dos Três Picos abrange partes dos municípios de Teresópolis, Guapimirim, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Silva Jardim, na Região Serrana do Rio. Além do novo núcleo em Teresópolis, a unidade de conservação possui sede em Cachoeiras de Macacu, um núcleo de montanha em Nova Friburgo e um núcleo operacional em Guapimirim.

Últimas