Segunda dose da Pfizer para pessoas com 40 anos ou mais tem intervalo reduzido para 21 dias na capital

  • 28/09/2021 12:52
    Por Redação/Tribuna de Petrópolis

    A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou nesta terça-feira (28), a antecipação da segunda dose da Pfizer para quem tem 40 anos ou mais. O intervalo entre as doses foi reduzido para 21 dias. As pessoas que estiverem inseridas nesse grupo devem procurar uma unidade de saúde para garantir o esquema vacinal.

    Já as pessoas com 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose até 31 de março na cidade do Rio podem receber a aplicação da dose de reforço a qualquer momento.

    O calendário da dose de reforço por idade também segue em vigor, assim como a aplicação da segunda dose e a vacinação da primeira dose para pessoas com 12 anos ou mais que ainda não se vacinaram. Nesta terça-feira (28), a dose de reforço é destinada a idosos com 82 anos ou mais, pessoas com alto grau de imunossupressão com 40 anos ou mais e pessoas com 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose até o dia 31 de março.

    O intervalo mínimo entre a aplicação da segunda dose ou dose única e a dose de reforço é de três meses para idosos e 28 dias para pessoas com alto grau de imunossupressão.

    Quem vai receber a vacina deve apresentar identificação original com foto, número do CPF e, se possível, a caderneta de vacinação. Para a segunda dose, é importante levar também o comprovante da primeira aplicação.

    Pessoas com alto grau de imunossupressão devem apresentar comprovante de vacinação, documento de identificação e laudo médico digital do Cremerj com data inferior aos últimos 60 dias.

    Últimas