Saiba o que são os fios de PDO, sucesso nos procedimentos estéticos

17/set 12:41
Por Redação/Tribuna de Petrópolis

Usados em sutura pelos cirurgiões, os fios de sustentação PDO ou Polidioxanona foram aperfeiçoados e fazem, agora, o maior sucesso nos procedimentos estéticos. Em tempos de rostos harmônicos e a busca por uma pele mais firme e rejuvenescida, os tratamentos com PDO estão em alta em todo o Estado do Rio de Janeiro.

Além de eliminar o temido bigode chinês, os fios de PDO também ajudam a levantar as maçãs do rosto e a devolver o contorno natural da face e do pescoço. A técnica também acaba com a flacidez da pele do rosto e estimula a produção de colágeno. O fio PDO é uma substância sintética e biodegradável e pode ser aplicado no consultório sem necessidade de centro cirúrgico.

“Essa degradação do fio, que faz com que seja formada a fribina, elastina e o colágeno, melhora a flacidez do paciente. Por isso o fio reabsorvível é tão sensacional. Além disso, o procedimento é minimamente invasivo podendo ser aplicado no consultório com anestesia local. A recuperação também é imediata”, explicou o tenente do exército e Cirurgião Bucomaxilofacial, Eduardo de Freitas Coutinho, acrescentando “que todo procedimento deve ser feito com profissional capacitado”.

Segundo ele, a técnica é indicada para pessoas acima de 25 anos, quando a produção do colágeno no organismo começa a reduzir. “O fio de sustentação além de estimular essa produção de colágeno faz um leve lifting facial. Então ele consegue levantar a ptose da face”, ressaltou. Outro ponto positivo da aplicação do fio de PDO é o tempo de duração: em torno de 24 meses”, explica o profissional.

Últimas