Reino Unido aplicará reforço da vacina em pessoas com mais de 50 anos

14/set 14:49
Por Sofia Aguiar / Estadão

O Reino Unido anunciou, nesta terça-feira, 14, que oferecerá uma terceira dose das vacinas contra a covid-19 a todas as pessoas com mais de 50 anos e com comorbidades. A decisão ocorre depois de um painel de especialistas dizer que os reforços eram necessários para proteger contra a diminuição da imunidade neste inverno.

O secretário de Saúde, Sajid Javid, disse que o governo havia aceitado a recomendação do Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização (JCVI) e começaria a oferecer doses de reforço na próxima semana, noticiou a Associated Press. A Organização Mundial da Saúde (OMS), contudo, pediu às nações ricas que adiem as doses de reforço até que todos os países tenham vacinado pelo menos 40% de suas populações.

O JCVI disse que as vacinas de reforço são necessárias para garantir que as pessoas estejam protegidas contra a doença, porque estudos mostraram que a imunidade conferida pelas vacinas enfraquece com o tempo.

O painel recomendou que todos com mais de 50 anos, bem como profissionais de saúde, pessoas com problemas de saúde subjacentes e aqueles que vivem com pessoas imunossuprimidas, recebam uma injeção de reforço pelo menos seis meses após terem recebido a segunda dose da vacina.

Últimas