Protesto de caminhoneiros próximo ao Porto de Santos é encerrado

28/jul 17:21
Por Isadora Duarte / Estadão

A Autoridade Portuária de Santos (SPA), que administra o Porto de Santos, informou que foi encerrado o protesto de caminhoneiros que ocorria na margem direita do terminal. A informação foi divulgada em nota enviada ao Broadcast Agro. Desde domingo, um grupo de 20 a 30 caminhoneiros protestavam pacificamente na Avenida Augusto Barata (Alemoa), via de acesso ao porto. Segundo a SPA, não houve interrupção de entrada ou saída de caminhões nestes quatro dias.

O fim dos atos no local também foi confirmado pelo presidente do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Carga a Granel de Santos, Cubatão e Guarujá (Sindgran), José Cavalcanti de Andrade. “A paralisação foi totalmente encerrada e as atividades foram normalizadas”, disse Andrade há pouco, após circular pelo terminal. O Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam) também informou que os caminhoneiros associados à entidade retomaram as atividades, deixando a paralisação nacional da categoria.

Com o fim das manifestações nas rodovias e vias de acesso próximas ao terminal portuário, a Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis no Estado de São Paulo (Cesportos) deve baixar o nível de segurança das vias públicas e de acesso ao Porto de Santos para risco baixo, diz uma fonte. Segundo o interlocutor que acompanha a movimentação do terminal, uma nova portaria deve ser publicada pela Cesportos às 18h. Ontem, a Cesportos elevou o nível de segurança na região para risco médio, o que permite permite a atuação da Polícia Militar nas vias do porto.

Últimas