Procon intima Águas do Imperador por problemas no abastecimento no condomínio do Vicenzo Rivetti

14/set 20:08
Por Luana Motta

Moradores do Conjunto Habitacional Vicenzo Rivetti, no Carangola, voltaram a ficar sem abastecimento de água nesta semana. Foram pelo menos dois dias de sufoco. O Procon Petrópolis intimou a Águas do Imperador para que esclareça os motivos. A companhia disse à Tribuna que problemas nas bombas que abastecem a região ocasionaram o problema. 

Desde o início do mês, os moradores vêm relatando que ficam sem o abastecimento, algumas vezes, por mais de um dia. Antes, o Condomínio 1 era o principal prejudicado. A caixa d’água que fornece água para mais de 100 apartamentos fica na parte alta do terreno, e só é abastecida após as caixas dos outros dois condomínios estarem cheias. Com a forte estiagem no fim de agosto, os moradores ficaram com o serviço prejudicado. 

Nesta semana, a moradora Cremilda da Silva, que mora no Condomínio 2, disse que ficou domingo e segunda sem água. “A água só voltou na madrugada de hoje, não deu nem para lavar a louça do almoço. Estou triste, é uma falta de respeito com a gente, estão deixando a desejar”, lamentou. 

O coordenador do Procon, Jorge Badia, disse que o órgão tem recebido a média de 20 reclamações diárias sobre problemas no abastecimento no Conjunto Habitacional. “Precisamos saber exatamente o que está acontecendo, já que, ao que parece, não se trata apenas de racionamento em razão da falta de chuvas, mas algo localizado”, disse.

O órgão de Defesa do Consumidor intimou a Companhia para que esclareça os motivos, e informou que caso não haja solução imediata por questões de ordem técnica, o Procon vai solicitar o envio de caminhões-pipa para atender os consumidores. “A intimação é neste sentido, para que possamos, juntos, buscar uma solução para esses moradores. A Águas do Imperador possui um canal de comunicação produtivo conosco e vamos explorar ao máximo essa boa relação institucional para, ao menos, minimizar o sofrimento dessa gente”, disse o coordenador do órgão. 

A concessionária informou à Tribuna, que o nível dos mananciais continua com queda de 23% em Petrópolis, mas o abastecimento está normal em toda a cidade. Mas em relação ao Carangola, o comprometimento no abastecimento se deu porque uma bomba precisou ser substituída e outra ficou mais de 24 horas sem energia por problemas técnicos da Enel. A Águas do Imperador disse que o abastecimento está em de recuperação e amanhã, durante o dia,  deverá estar regularizado.

Últimas