Prefeitura licita R$ 4 milhões em quentinhas para a Saúde

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 28/maio 02:26

    O sofrimento dos funcionários da saúde que comem de quentinha vai permanecer. A prefeitura licita agora em junho R$ 4 milhões para o fornecimento do marmitex para várias unidades de saúde pelo período de um ano.  Uma das reclamações constantes é o atraso na entrega das marmitas que chegam frias e bem depois do horário do almoço. Os vereadores chegaram a apresentar indicação para que, ao invés do marmitex, os funcionários ganhassem ticket-alimentação, mas não conseguiram reverter essa situação.

    TCE rejeita contas de Rossi

    O Tribunal de Contas do Estado deu parecer contrário à prestação de contas do ex-prefeito Bernardo Rossi, no ano de 2019. E também deu prévio parecer contrário às contas de 2020 e a defesa perdeu o prazo para recorrer. Agora, a Câmara de Vereadores já recebeu essas contas para serem votadas.

    3 contas engavetadas

    E aí já temos na gaveta da presidência da Câmara, ocupada por Hingo Hammes, três contas a serem votadas, incluindo as de 2016, de Rubens Bomtempo, também com parecer contrário do TCE.

    Cenário

    Mas, vamos analisar esse cenário: com maioria na Câmara (vereadores agora saberão o preço de ter entrado no barco do atual prefeito), Rubens Bomtempo pode ter suas contas aprovadas e as do seu arqui-inimigo Bernardo Rossi reprovadas.  

    Consequências da reprovação

    Aos vereadores caberá o ônus de aprovação das contas de um e reprovação das contas de outro. Ou a aprovação de ambas. E para quem não sabe, a consequência de ter as contas reprovadas a gente explica: é um passo grande para tornar o político inelegível. Donde se conclui que é uma arma poderosa nas mãos dos parlamentares, porém eles podem também se chamuscar com a opinião pública. Isso inclui sentar sobre as contas e fingir que elas não estão ali para serem votadas. 

    Fala sério: você consegue resistir a essas carinhas? Hoje rola feira de adoção de animais organizada pela Coordenadoria de Bem Estar Animal ONGs e protetores em dois endereços: Parque de Exposições, em Itaipava e Praça dom Pedro, no Centro. Elas acontecem de forma simultânea, de 10h às 15h.

    À própria sorte

    Caciques do MDB no estado estão tristes com ex-membros do partido no município porque abandonaram o barco em prol de retornarem a cargos eletivos em legendas com maior potencial. A tristeza é tanta que pretendem retirar aquela ‘mão que protege’ da cabeça dos ingratos.

    Vida útil dos ônibus

    Era norma nos anos 90, a obrigatoriedade de ter em cada coletivo que circulava na cidade a data de sua aquisição e a data de sua validade. Assim, a gente ficava sabendo (e fiscalizando) se o ônibus tava rodando depois do prazo.  Depois, no segundo mandato de Rubens Bomtempo, a norma foi abolida. E agora a Câmara de Vereadores quer trazer de volta a prática.

    Acende a luz!

    Vereadores, indignados com a taxa de iluminação pública e a deficiência também desse sistema, querem saber quanto a prefeitura arrecada com essa tarifa e mandaram um ofício para o executivo. Vamos ajudar: beira dos R$ 30 milhões por ano.

    Capacitação

    O Sicomércio, Sebrae e Senac promovem, dia 6 de junho, mais um encontro do Capacita Varejo. Desta vez, o tema será Marketing Digital, estratégia com ações de comunicação que as empresas podem utilizar por meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos ou serviços, conquistando novos clientes e melhorando a sua rede de relacionamentos. Os encontros do Capacita Varejo são mensais, gratuitos e presenciais.

    Os montanhistas têm uma tradição: manter o ‘caderno de cume’ que tem o objetivo de ajudar bombeiros em caso de buscas e também preservar a memória dos aventureiros.  Esse é o mais recente colocado no Monte do Milho, na Serra das Araras. A foto é do Bruno Kappaun.

    Sem radares

    Não é aqui, mas vale para o petropolitano que tem na Região dos Lagos a sua segunda casa: a Assembleia Legislativa do Rio aprovou o projeto de lei que proíbe a instalação e operação de radares fixos para controle de velocidade e aplicação de multas na rodovia estadual RJ – 124, a Via Lagos. A fiscalização de controle de velocidade da rodovia só será permitida através de radares móveis e com a presença da autoridade policial ou agente fiscalizador competente. O projeto agora vai à sanção do governador.

    Acelera, Hingo!

    A Câmara de Vereadores precisa dar uma acelerada em muitas coisas. Agora no final de maio ainda está votando indicações do ano passado. Uma delas é para a manutenção do ar condicionado da UPA Centro. Passou tanto tempo que fevereiro chegou, trouxe aquela chuva, e a unidade foi interditada (e ainda permanece assim) por queda de barreira.

    Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

    Últimas