Prefeitura diz que atraso no repasse da Lei Aldir Blanc foi por problemas em cadastro

26/jan 18:03
Por Redação/Tribuna de Petrópolis

O Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) realizou o pagamento dos últimos 25 projetos referentes à Lei Aldir Blanc. Segundo o presidente do IMCE, Leandro Kronemberger, os pagamentos não tinham sido realizados por problemas no cadastro. No total, foram 301 propostas e 24 espaços culturais contemplados com os recursos federais. Petrópolis recebeu R$ 1.936.795,75 para os incisos II e III da Lei Aldir Blanc.

“Houve casos de erro no cadastro ou do número da conta, por exemplo, e por isso houve essa demora no pagamento entre o fim de 2020 e o início desse ano”, explicou Leandro.

No início de janeiro, o Fórum Popular de Cultura e o Conselho Municipal de Cultura entregaram uma carta ao prefeito interino Hingo Hammes pedindo apoio e solução para os atrasos nos pagamentos da cultura. Entre as demandas, havia o pedido de autorização para os pagamentos restantes do edital da Lei Aldir Blanc, realizado no ano passado.

O material produzido pelos artistas está disponível na internet em um canal no YouTube chamado “Cultura Petrópolis” ou na página oficial. O município recebeu mais de 500 projetos culturais de todos segmentos, sendo 301 aprovados. Estes projetos estavam disponíveis três categorias: na primeira, são ideias culturais de qualquer natureza, valor e dimensão, haja vista que estas ideias não serão executadas, com valor de R$1.900,00; na segunda e terceira, são ideias culturais que foram apresentadas e posteriormente executadas, com valor de R$ 10.000,00 e de R$ 20.000,00.

Foram apresentados projetos de gravação de álbum; peça online; podcasts; vídeo aulas; exposições virtuais; além de cursos de formação; mostras online de médio porte; gravação de DVD; videoclipes, etc.

Últimas