• Prefeitura autoriza mototáxi em “comunidades atendidas precariamente por ônibus”

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 14/nov 04:14

    E o prefeito Rubens Bomtempo sancionou lei já aprovada pela Câmara de Vereadores, estabelecendo o serviço oficial (porque oficioso já existe há tempos) de mototáxi na cidade. Porém, a autorização diz que o “serviço de mototáxi destina-se ao atendimento de localidades que, por suas condições viárias, topográficas, urbanas ou por qualquer outro motivo não sejam adequadamente atendidas pelos demais meios de transporte”. Ué, gente, então é pra cidade toda e tá liberado geral porque as áreas tem, pelo menos, uma dessas condições e algumas têm todas essas condições.  E ‘qualquer outro motivo’ abrange de um tudo.

    CPTrans vai estipular tarifa

    E não vão haver pontos de mototáxi em todos os lugares, não. Haverá limite de áreas e também de quantidade de veículos. Queremos só ver onde vai ter ponto se nem espaço para estacionamento de motos tem no Centro Histórico. E mais: vão botar bem longe dos pontos de ônibus.  Agora vem a parte pior: a tarifa vai ser estipulada pela CPTrans. Mas, pensando bem, será mesmo que a companhia vai conseguir acompanhar a tarifa praticada? Se não tem roleta nem tacógrafo…Será interessante assistir.

    Vai passar batido

    De qualquer forma, vai caber à CPTrans a fiscalização. E aí a gente fica pensando: se a companhia que gerencia o transporte público não fiscaliza um veículo daquele tamanho que é um ônibus, imagina moto. Não vão nem ver.

    Só pra saber

    E a prefeitura anunciou que a linha Roncoroni, no Morin, aquela onde o ônibus perdeu o freio vai ser suspensa na quinta-feira quando passará a operar com vans.  Mas uma semana de prazo para a empresa arrumar vans? E até lá continua outro ônibus seminovo substituto? E é igual ao titular?

    Sábado, Petrópolis vai receber a quarta edição da campanha de vacinação “Fiocruz para você”. O evento, aberto ao público, será na quadra da Escola de Samba da Comunidade Oswaldo Cruz, no Valparaíso. A programação será das 8h às 17h e inclui uma série de atividades, com destaque para oficinas e contação de histórias. 

    Meia greve

    Ontem mecânicos da PetroIta cruzaram os braços protestando contra o atraso no pagamento e também pela falta de condições de trabalho, principalmente peças para consertar os veículos. O sindicato das empresas de ônibus disse que era fake news, mas a empresa correu pra colocar as coisas em dia. Podem não ter cruzado os braços, mas rolou uma operação-tartaruga (porque sem peças, vão fazer o que também) e funcionou para pressionar.

    Contagem

    E Petrópolis está há 187 dias sem os 100% da frota de ônibus nas ruas depois do incêndio na garagem das empresas.

    Simpósio médico

    O I Simpósio Serrano de Fibrilação Atrial, realizado no último sábado em Itaipava, sob a coordenação do médico petropolitano Tayene Quintella, especialista em arritmias cardíacas, reuniu pela primeira vez na região profissionais de diferentes municípios para palestras e discussões sobre o tema. O evento contou com mais de 50 médicos, entre eles especialistas de renome no cenário nacional, como Olga Souza, diretora nacional da Cardiologia da Rede D’Or.

    Os médicos Raphael Fiúza, hemodinamicista (à esquerda), Nélio Gomes, coordenador do Serviço de Cardiologia do Hospital Santa Teresa (ao centro) e Tayene Quintella, arritmologista (à direita), que fazem parte de um dos maiores serviços de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro, no Hospital Santa Teresa, em Petrópolis. Grupo participou do I Simpósio Serrano de Fibrilação Atrial

    Será?

    Ainda sobre o Natal Imperial, a prefeitura num relampejo de celeridade, anunciou a abertura das licitações da programação cultural não apenas para este ano como também para 2024. Mas deu ruim, né? Porque a 20 dias de abrir a festa nem a desse ano não tem. Só se eles confundiram e acham que estão preparando a de 2024.

    Só um assunto

    Gente, alguém tá conseguindo nos últimos dias – e pelo visto nos próximos também – falar de alguma coisa que não seja o calor?

    Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

    Últimas