Prefeitura arrecada R$ 7 milhões de CIP por ano e cidade está às escuras

04/set 02:41

Cerca de R$ 600 mil são recolhidos mensalmente com a Contribuição de Iluminação Pública na cidade, que vem junto com a conta de luz. Dá R$ 7,2 milhões por ano nas contas da prefeitura que vai gastar com um novo contrato R$ 4,6 milhões. O que é feito com o excedente ninguém nunca sabe. Nunca vimos uma prestação de contas sobre a arrecadação.

Mas a conta chega

E já tem um mês que a empresa Vasconcelos e Santos foi a vencedora da licitação para fazer a manutenção e ampliação da rede na cidade. E só deve operar após o feriado da semana que vem. Pelo menos é o que o departamento de iluminação pública informa a quem se queixa de lâmpadas queimadas – e agora já são mais que dois mil pontos sem luz.

Conta

Dos quase R$ 50 milhões enviados pelo Ministério da Saúde destinados ao enfretamento da covid 19 em 2020 cerca de R$ 27 milhões foram destinados ao Hospital Nossa Senhora Aparecida. O HNSA ofereceu, em tempo recorde, 48 leitos de UTI tirando a cidade do caos tendo em vista que não haveria vagas para todos os doentes na rede própria municipal nem na então conveniada.

UTIs

E falando em UTI, Petrópolis tem hoje 74 leitos de UTI para pacientes não covid, o que não dá para todo mundo que precisa. E chegou a ter 111 para covid sendo 48 desativadas agora. Porque não usar essas ociosas para acabar com a fila de espera dos pacientes de outras patologias?

Alguém avisa lá que vídeo de rua do Centro Histórico sendo asfaltada a galera cai de pau. Povo quer asfalto nas comunidades.

Contagem         

Petrópolis está há 246 dias sem prefeito eleito pelo povo.

Ainda o Parque

Depois que se levantou a bola de adoção de praças por empresas e até mesmo as quadras do Parque de Exposições, em Itaipava, lembramos que em 2014, o então prefeito Rubens Bomtempo criou um Comitê Gestor para o espaço de lazer dos distritos. Porque não reativa?

Ao vivo!

Marcelo Xavier, da ONG Raízes do Ofício, entusiasta do tema economia solidária, cobrou ao vivo e a cores ser recebido pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Soares.  Foi durante audiência pública sobre o projeto Adote uma Praça. Também foi cobrada presença de um educador físico em algumas praças, a inclusão das trilhas no projeto e a participação de arquitetos no programa. É assim: quando a sociedade participa, participa mesmo! Devia ter uma audiência pública com o povo toda semana.

Que fim levou?

Como mais um mês já se passou a gente volta a perguntar? E a CPI da Águas do Imperador que a Câmara de Vereadores iria instalar? Ainda sai esse ano?

Capina e roçada

Falando em cuidados com a cidade, a contratação de 80 homens para a Comdep parece que não deu resultado. Começaram a acumular novamente os pedidos de capina e roçada feito pelos vereadores por toda a cidade.

Esquerda X Direita

Tiram um tampa pelas redes sociais, com torcidas pró e contra e manifestação dos que discordam de tudo, os vereadores Octávio Sampaio e Yuri Moura. Isso por causa do projeto de lei de Yuri que estabelece o passaporte da vacina na cidade restringindo acessos a não vacinados em muitas situações. Esquerda e direita se digladiando. Assim a olho nu a galera pró Octávio leva vantagem porque cobram que Yuri anda se aglomerando e que ainda não cassou Dudu.  Aguardemos os próximos capítulos.

Tá quase lá!

O secretário de Saúde, Aloísio Barbosa, falou pessoalmente com os Partisans para avisar que a vacinação com a terceira dose dos acamados que estão em casa começa semana que vem. Lóóóógico que a gente perguntou do tomógrafo do Nelson de Sá Earp que entrou no nono mês de gestação, ops, quer dizer, da gestão interina Hingo Hammes, sem funcionar.  Disse ele que tá quase pronto e que a gestão anterior passou seis meses sem ter movido uma palha.  Noves fora, são mais nove meses, total de 15 meses esperando, secretário.

Terceirização

A prefeitura empenhou, com recursos do Fundeb, quase R$ 8 milhões para a empresa contratada sem licitação para empregar pessoal de apoio para as escolas municipais.  Também correu e fez uma penca de contratos sem licitação para aquisição de alimentos.  Deve ser porque ninguém previa que com a vacinação as escolas teriam de voltar a funcionar de forma presencial…

Henry Kappaun e os cliques da obra da Catedral em duas etapas: panorâmica e, no detalhe, a altura que estão os operários!

Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

Últimas