Prédios históricos se deteriorando e imóveis funcionais abandonados em Petrópolis

11/jun 03:30

E o prédio histórico dos Correios, na Rua do Imperador, será colocado à venda pelo governo federal.  A agência será transferida para outro endereço. E tememos que um prédio daqueles – avaliado em milhões – possa ficar fechado e abandonado.  A parte externa já está toda pichada e tem até mato nascendo nas laterais. E é um dos mais belos prédios históricos da cidade.

Patrimônio deteriorando

Já temos o exemplo, lá na outra extremidade da Rua do Imperador, do prédio do Banco do Brasil. A agência foi fechada e desde 2012 o prédio ficou inutilizado. Os anos foram passando, foram colocados tapumes para uma obra na fachada que nunca teve fim.

Projetos

Falando em prédios abandonados, na gestão Bernardo Rossi a secretaria de Desenvolvimento Econômico fez uma relação de todos os imóveis, inclusive fábricas desativadas, que estão ociosos na cidade. Talvez a gestão de Hingo Hammes, ainda que interina, consiga colocar algum projeto para ocupação desses espaços em prática – uma centena deles.

Mau exemplo

E, por último, um dos exemplos de desperdício de dinheiro público é o prédio do Inpas, na Rua Teresa. Foi construído ainda na gestão Bomtempo em parceria com a iniciativa privada. Em troca de exploração das lojas na parte inferior o restante do prédio ficou de posse da Prefeitura, no caso o Inpas. A obra não foi concluída e o prédio abandonado está cheio de infiltrações. No início da gestão Rossi foi levantada a possibilidade de recuperar o patrimônio, mas depois nunca mais se falou nisso.

Taí dois exemplos de prédios históricos – e lindos – deteriorando a cada dia que passa: Banco do Brasil e Correios, ambos na Rua do Imperador.

Na disputa

“Deixe que pensem que estou morto. Ainda tenho muita lenha para queimar”, disse Paulo Mustrangi a despeito dos comentários de que escolher Hingo Hammes como vice é como escolher o ex-petista como vice.

Extrema pobreza

Com atualização de dados do Ministério da Cidadania ficamos sabendo que em Petrópolis há 71 mil pessoas inscritas no Cadastro Único, que dá acesso a programas assistenciais.  Quase a metade, cerca de 34 mil, vive em situação de extrema pobreza com renda per capita mensal de até R$ 89,00. É uma boa oportunidade para Petrópolis mostrar como está ajudando a estas pessoas a mudar de a situação.

É muito pouco

A gente sempre fica decepcionado com os números do Detro, que fiscaliza, em todo o estado, o transporte terrestre. Em maio o órgão divulgou que – em todo o estado, é bom repetir –lavrou 193 multas a ônibus, vans e carros particulares. Gente, são seis multas por dia…

Babilônia

A definição foi dada pelo vereador Gil Magno e corresponde mesmo à realidade.  A obra abandonada na Escola Celina Schechner , em Itaipava, agora tem um jardim suspenso com o mato crescendo em cima da laje.  As obras de ampliação da unidade escolar começaram em maio de 2016 e foram paralisadas em setembro do mesmo ano, por falta de pagamento. Na gestão Rossi, em 2019, anunciaram a retomada e nada.

Contagem                                                                                                                               

Petrópolis está há 162 dias sem prefeito eleito pelo povo.

Volta, Lessa!

Nem é ainda candidato oficial a deputado federal e o vereador Marcelo Lessa já age como eleito para a Câmara Federal. Seus discursos agora se concentram na pauta nacional. Ô, Lessa, volta para Petrópolis. A gente precisa de você comentando os assuntos da cidade!

10 anos

Depois de 10 anos – e agora com boa parte dos apartamentos ocupados – o conjunto habitacional da Posse ainda não está finalizado. Esta semana, o Movimento pela Moradia esteve mais uma vez na prefeitura que precisa terminar os blocos 8 e 11 e ainda fazer reparo nos demais.  Fora a Cehab, Companhia Estadual de Habitação, que precisa também reparar as unidades de sua responsabilidade.

Mas, gente…

A Secretaria de Cultura da cidade de Santa Quitéria, no Ceará, bombou nas redes com uma promoção do Dia dos Namorados: sorteio de kit eróticos e cortesias em motel. Ah, se a moda pega!

Estamos a-pai-xo-na-dos por esta foto de Ana Kutter da Rua Ipiranga que nos transporta para outros tempos!

Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

Últimas