Polícia Civil deflagra operação contra quadrilha de estelionatários

  • 30/09/2021 09:55
    Por Redação/Tribuna de Petrópolis

    Policiais civis da Delegacia de Defraudações (DDEF) realizaram nesta quarta-feira (29), operação para cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão contra uma quadrilha de estelionatários. A ação marca o indiciamento por estelionato, associação criminosa e crime contra a economia popular de três envolvidos em um esquema que enganava pessoas que buscavam a aquisição de veículos. Os mandados foram cumpridos no Centro do Rio e em bairros da Zona Norte da capital, em Niterói, e em municípios da Baixada Fluminense.

    Segundo as investigações, os criminosos utilizavam uma cooperativa para obter lucros financeiros indevidos, mediante promessa de entrega de carros aos consorciados, o que raramente ocorria, gerando grandes prejuízos aos lesados. Para angariar o máximo número de vítimas, os indiciados noticiavam que aceitavam até pessoas com CPF negativado e com restrições de compra a crédito.

    A quadrilha utilizava uma enorme estrutura logística para impressionar os futuros consorciados, aparentando solidez e segurança no negócio contratado. A cooperativa contava, inclusive, com salas em grandes shopping centers.

    As vítimas que procuraram a DDEF confirmaram que faziam pagamentos iniciais de milhares de reais para ingressar no consórcio, no intuito de, ao final, obter o automóvel desejado. Os agentes apuraram que tratava-se de um esquema de pirâmide, no qual os novos recursos pagavam os automóveis de alguns consorciados anteriores, mas, como toda pirâmide, nem sempre a conta fechava.

    De acordo com a delegacia, há dezenas de lesados na fraude investigada. A investigação foi desmembrada para prosseguir em relação a outras empresas envolvidas no esquema fraudulento, em outros segmentos de atuação.

    Últimas