“Petrópolis sem fome”: rede de solidariedade quer atender 4 mil famílias

07/maio 15:48
Por Redação / Tribuna de Petrópolis

Foi dada a largada nas arrecadações da rede de solidariedade “Petrópolis Sem Fome”, uma parceria da sociedade civil junto à Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal.  A iniciativa  busca amenizar a situação delicada de famílias que vivem com a insegurança alimentar e nutricional no município, impulsionando a arrecadação de alimentos e auxiliando as ações de solidariedade já existentes.

Mais de 25 instituições, organizações ou ações solidárias de amigos se inscreveram no projeto. Ao todo, cerca de 4 mil famílias podem ser beneficiadas com a ampliação das doações e o apoio logístico dos mais de 40 voluntários cadastrados na rede.

A arrecadação, inicialmente, está sendo feita em 5 pontos parceiros no Centro, Independência, Itamarati, Araras e Posse. Mas boa parte das instituições cadastradas também funcionarão como ponto de coleta.

Outro ponto importante na arrecadação é com relação aos pedidos pontuais de alimentos ou determinados produtos. Muitas instituições cadastradas no “Petrópolis Sem Fome” possuem demandas específicas, como leite, por exemplo. É aí que entra a rede de solidariedade: pedindo as doações, administrando os alimentos arrecadados, promovendo a troca entre as instituições e ajudando na logística:

“O trabalho de solidariedade já existe, é feito por associações de moradores, igrejas, terreiros, organizações sociais ou mesmo por famílias ou grupos de amigos do município. O que queremos é impulsionar e contribuir na arrecadação, na troca de necessidades e logística. Quanto maior a arrecadação, mais famílias receberão ajuda via instituições parceiras”, disse o vereador Yuri Moura (PSOL), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal.

Além do corpo de voluntários, dezenas de pessoas se inscreveram como doadores do projeto, o que deve ajudar no aumento da arrecadação e no acolhimento das demandas específicas de cada instituição parceira. A família que procurar ajuda através do projeto e não estiver cadastrada em nenhuma ação solidária, será encaminhada para inscrição na instituição parceira mais próxima de sua casa.

A Comissão de Direitos Humanos, junto à equipe de organização voluntária, se comprometeu em divulgar relatórios públicos sobre a arrecadação e o andamento do projeto. Quem quiser ajudar, pode se inscrever no link bit.ly/petrosemfome.

O formulário é para os que querem ser voluntários no Petrópolis Sem Fome ou mesmo para quem já possui alguma ação social e precisa de apoio. O contato também pode ser feito pelas redes do projeto: facebook.com/petropolissemfome e no instagram @petropolissemfome.

Pontos de Arrecadação:

  • Centro:

Mahara Tattoo e Piercing e Lust Company

Galeria Arcádia 31, loja 09

Horário de funcionamento: Seg a sab

11h às 19h
 

  • Independência:

Centro Educacional Comunidade Sao Jorge

Rua Leonor Maia, 99

Horário de funcionamento: Seg a qui

10h às 16h
 

  • Araras:

Associação dos Amigos do Bairro Jardim Araras

Estr. Bernardo Coutinho, 9435

Horário de funcionamento: Seg a sexta

8h às 13h
 

  • Itamarati:

Creche São José do Itamarati

Rua Quissamã, 2012

Horário de funcionamento: Seg a qua

11h às 16h

  • Posse:

Praça CEU

Estr. União e Indústria, 32877

Horário de funcionamento: Seg a sexta

8h às 17h

Últimas