Operação Lei Seca flagra 22 motoristas com sinais de embriaguez em Petrópolis

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 27/12/2021 19:28
    Por Jussara Madeira

    A Operação Lei Seca realizou neste mês de dezembro duas blitzes na cidade, uma no dia 18 e outra no dia 25 de dezembro, no dia de Natal. Dos 140 motoristas abordados, 22 foram flagrados com sinais de embriaguez. A operação retornará em Petrópolis para fazer abordagem de Verão, com blitz em acessos às cachoeiras.

    O índice de motoristas embriagados nas duas operações realizadas em Petrópolis foi de 15,71% do total de abordados, maior do que a média de 13,5% dos flagrantes realizados em todo o Estado, segundo a Operação Lei Seca. 

    Segundo dados da operação, até agora, em 2021, foram registrados 19.137 casos de alcoolemia. Já em 2020, 3.715 motoristas alcoolizados foram flagrados, apesar da blitz ter ficado suspensa por quase sete meses devido a pandemia. E em todo o ano de 2019, 13.119 pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de álcool.

    Operação Verão

    Na última quarta-feira (22), a Operação Lei Seca iniciou a Operação Verão, com blitzes diurnas de fiscalização e conscientização nos principais acessos às praias, áreas de lazer e cachoeiras. As ações serão realizadas em municípios de todo o Estado, entre ele, Petrópolis e vão durar até o fim da estação. As blitzes noturnas continuarão acontecendo normalmente, divulgou a organização da operação. 

    A Operação Lei Seca realiza ações de educação e fiscalização com o objetivo de conscientizar os motoristas sobre os riscos de consumir bebida alcoólica antes de dirigir. Além disso, os motoristas que dirigem após o consumo de álcool cometem uma infração gravíssima. A multa é de R$ 2.934,70 (10 vezes o valor de R$ 293,47 logo que se aplica o fator agravante), além de suspensão do direito de dirigir por 12 meses, e ainda a retenção do veículo e da Carteira de Habilitação.

    Últimas