Operação Fumaça Zero fará ações de prevenção a incêndios florestais no Vale das Videiras

24/jun 19:44
Por Redação/ Tribuna de Petrópolis

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e várias instituições parceiras estão realizando ações de conscientização e prevenção a incêndios florestais em todos os municípios da Região Serrana. No próximo sábado (26), a ação será realizada no Vale das Videiras, organizada pela Amavale e com o apoio da Fundação Ceperj e Prefeitura de Petrópolis.

Os incêndios florestais trazem várias consequências para o meio ambiente e para a saúde das pessoas. Muitas vezes, incêndios florestais começam pela ação humana, como consequência de pequenas queimadas para criar novas áreas de plantio, para criação de animais, limpeza de terrenos e pasto e ainda para expansão imobiliária. Neste período, entre julho e setembro, os riscos são maiores devido ao período de estiagem, dificultando o combate e acelerando a perda da biodiversidade e o processo de desertificação.

Em 2020, em meio à pandemia, o Inea lançou a Operação Fumaça Zero na Região Serrana do Rio de Janeiro, com o intuito de coordenar os esforços dos diversos agentes que trabalham na prevenção e combate a esse crime. Segundo o Instituto, as fiscalizações integradas resultaram em uma redução significativa dos focos de incêndios no ano passado. No município de Teresópolis, comparando com o mesmo período de 2019 as ocorrências de fogo em vegetação diminuíram aproximadamente 50%, conforme o Relatório final da operação.

Já neste ano, a presidência do INEA, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Ambiente e Sustentabilidade, determinou a institucionalização da Operação Fumaça Zero, dando todo suporte necessário para atender a Lei Estadual n° 9.001/2020, de maneira a integrar todas as instituições do Estado e da iniciativa privada para, em conjunto, trabalhem de maneira coordenada contra as queimadas ilegais.

O objetivo da Operação é realizar ações educativas visando a conscientização dos perigos e danos ambientais causados pelo uso indiscriminado do fogo, com emissão de notificações preventivas de incêndios florestais; produzir relatórios estatísticos e mapas de riscos para servir de auxílio no planejamento das políticas públicas estatais e subsidiar operações de cunho fiscalizatórios, a fim de coibir práticas ambientalmente ilegais e identificar os responsáveis pelos danos ambientais causados pelo uso do fogo não autorizado e por outros ilícitos ambientais.

Na operação deste ano, participam o INEA, Gabinete de Segurança Institucional do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Ceperj, PMERJ, DER/RJ, Prefeituras Municipais da Região Serrana, Associações de moradores, Concer, Light, Viação Dedo de Deus, Pedro Ita e Grupo Águas.

Últimas