O que fazer em Petrópolis gastando pouco?

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • Por Aghata Paredes

    Divertir-se gastando pouco parece um desafio para você? Em Petrópolis você pode viver inúmeras experiências, passando mais tempo ao ar livre e vivenciando a cultura local, gastando menos do que imagina.

    Quem passa pelo Centro Histórico, mais especificamente na Praça D. Pedro II, pode se inspirar na pose pensativa do Imperador para desacelerar por alguns minutos, sentar em um dos bancos ali nos arredores, ler um livro e até mesmo respirar um pouquinho a história de Petrópolis. A estátua bem no meio da praça, de granito e bronze, foi a primeira erguida no Brasil em homenagem a D. Pedro II.  Inaugurada em 1911, ela é obra do escultor francês Jean Magrou.

    Foto: Marco Oddone

    Basta atravessar a rua para, ali por perto, viver o encanto de experienciar uma visita ao Museu Imperial. Essa visita é um mergulho não apenas na história, mas na arquitetura e na botânica. A construção em estilo neoclássico chama a atenção por seus ornamentos. Na fachada, um corpo central de dois pavimentos e um terraço sobre o pórtico, além de duas alas dotadas cada qual com 12 janelas, roubam a cena e atraem os olhares de seus visitantes. Isso sem falar nos jardins, planejados pelo botânico Jean Baptiste Binot com orientação pessoal de D. Pedro II. A variedade de espécies botânicas originais, estátuas gregas e fontes é incrível!

    Foto: Marco Oddone

    Horário de Funcionamento

    Terça a domingo (incluindo feriados, exceto Dia do Trabalho, Natal e Ano Novo)

    Ingresso para visitar o interior do Palácio:

    Inteira: R$ 10

    Meia: R$ 5

    É petropolitano? Aproveite a entrada gratuita, mediante comprovação, todas as quartas-feiras e no último domingo do mês.

    Com sol ou com o tempo tipicamente petropolitano, ou seja, com aquele céu nublado que todo mundo conhece bem, principalmente os moradores da cidade, a Rua Ipiranga é ideal para fazer uma caminhada, andar de bike e visitar uma das construções mais curiosas do Centro Histórico, a Casa de Petrópolis.

    Foto: Marco Oddone

    A construção está sendo consolidada como um espaço histórico, artístico e cultural. Lá, além de apreciar a arquitetura diferenciada da fachada da casa e toda sensibilidade a partir das escolhas decorativas de José Tavares Guerra para o interior da propriedade, você pode vivenciar experiências culturais, como concertos e exposições. Segundo Rachel Wider, historiadora, pesquisadora e diretora da Casa de Petrópolis, a agenda cultural está fechada até 2023. 


    Foto: à esquerda, divulgação; à direita: Marco Oddone 

    Durante este mês a visitação está funcionando das 10h às 17h30. O valor do ingresso é de R$12 (inteira), e R$6 (meia).

    O Palácio Quitandinha é outra programação para quem deseja aproveitar momentos de lazer sem gastar muito!

    Foto: Marco Oddone

    O Sesc RJ passou a administrar a área do antigo cassino e, após recuperá-lo, transformou-o num importante espaço de cultura e lazer incrível. Referência nas áreas de cultura, esporte, responsabilidade social, educação e turismo social, a instituição mantém uma programação de qualidade aberta ao público, estimulando o acesso da população às diversas atividades realizadas. Além disso, algumas medidas de melhorias estão sendo prometidas pela Fecomércio, dentre elas a reativação da cozinha do antigo hotel-cassino. Segundo a Federação do Comércio, será criado no local um espaço de alimentação, convivência e lazer inspirado no Mercado da Ribeira, de Lisboa, e no mercado gastronômico Eataly, de Nova Iorque. Quem aí está ansioso para ver isso de perto?

    Foto: Marco Oddone

    Visita Livre

    Terças a domingos e feriados, 9h30 às 17h.

    R$ 2 (habilitado Sesc, com Cartão Sesc válido)

    R$ 5 (meia-entrada)

    R$ 10 (público em geral)

    Limite: 250 pessoas simultaneamente

    Visita Guiada

    Terças a domingos e feriados, 10h às 16h30*.

    R$ 5  (habilitado Sesc, com Cartão Sesc válido)

    R$ 10 (meia-entrada)

    R$ 20 (público em geral)

    *Saídas realizadas mediante disponibilidade da data específica, diretamente na Bilheteria da Unidade. Não há necessidade de agendamentos para a realização de visitas guiadas.

    Limite: 20 pessoas

    Visitação ao Lago

    Terças a domingos e feriados, 9h às 17h*.

    Grátis.

    *Em condições climáticas desfavoráveis, o Lago será fechado.

    Limite: 250 pessoas simultaneamente (desta capacidade, 50 entradas são destinadas ao público prioritário)

    A 40 minutos do Centro Histórico, a maior área pública de lazer do município, o Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, conhecido como Parque de Itaipava, espera por você. Lá não faltam opções de diversão para todos os gostos: quadras de esporte, ciclovia, aluguel de bicicletas, lanchonete, local para caminhada, picadeiro de areia, sala de exposições, sala de leitura e centro de informações turísticas. A entrada é franca e o horário de visitação é das 07h às 17h, diariamente.

    Foto: Marco Oddone

    Agora, falando das atrações exclusivas deste fim de semana, você não pode perder os eventos gratuitos do Hipershopping Petrópolis! Para as crianças, a Oficina de Musicalização, com a Tia Gabi, promete animar a tarde de sábado, às 15h. Já o público adulto terá a chance de assistir, a partir das 17h, o Projeto Choro de Sinhá – com os músicos Julien Bacelar e Evandro Archanjo. O repertório contará com Odeon, Carinhoso, Brasileirinho e muitas outras canções memoráveis. 

    O Hipershopping fica a 2km do Centro Histórico, possui praça de alimentação, além de diversas lojas, e um estacionamento com mais de 800 vagas. Valor de R$5 por 3h. 

    Foto: Divulgação – Julien Bacelar

    Foi a algum desses lugares? Poste sua foto no Instagram com a hashtag #tônatbn. As melhores fotos aparecerão no nosso feed aos sábados!

    Últimas