Novas eleições em Petrópolis podem acontecer entre março e dezembro deste ano

25/jan 10:31
Por Redação/ Tribuna de Petrópolis

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu as datas para a realização das eleições suplementares em 2021. A Portaria TSE nº 875/2020 estabeleceu 10 datas ao longo dos meses de março a dezembro. São elas: 7 de março, 11 de abril, 2 de maio, 13 de junho, 4 de julho, 1° de agosto, 12 de setembro, 3 de outubro, 7 de novembro e 5 de dezembro.

Segundo o TSE, quem decide quando as eleições serão realizadas é o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Essa definição acontece após o julgamento dos recursos pelo TSE, o que deve acontecer no início de fevereiro. Essa escolha é feita de acordo com a capacidade logística das Cortes Eleitorais e os prazos do processo eleitoral.

A Tribuna questionou o TRE sobre uma possível data para a realização de novas eleições na cidade, mas até o momento não obtivemos retorno. A expectativa é que a data de seja divulgada assim que o TSE julgar o recurso do candidato Rubens Bomtempo (PSB).

Ele foi o candidato mais votado nas eleições de novembro de 2020, mas não pode ser declarado prefeito eleito pelo TRE por estar com os direitos políticos suspensos. Quem assumiu a vaga de prefeito, interinamente, foi o presidente da Câmara de Vereadores, Hingo Hammes.

Além de Petrópolis, o Tribunal Superior Eleitoral deve decidir, em fevereiro, as situações de Carapebus, Silva Jardim e Santa Maria Madalena. Em todas essas cidades os prefeitos mais votados não puderam ser diplomados.

Em nota, o TRE informou que ainda não há definição sobre as datas das novas eleições nessas cidades, entre elas Petrópolis, e que a decisão será tomada pelo seu colegiado. O tribunal ressaltou ainda que aguarda decisão dos julgamentos pelo TSE.

*Matéria atualizada às 13h10

Últimas