Nissan Versa 2020 promete brigar com o Onix Plus e Hyundai HB20S

  • 30/12/2019 15:32

    O Nissan Versa está no mercado brasileiro desde 2011, vindo do México. Em 2015, o facelift apareceu junto com a produção nacional em Resende, no Rio de Janeiro. A última atualização recebeu finalmente o câmbio automático CVT. Mas em questão de competitividade, o modelo jamais chegou a incomodar com os líderes do segmento: Chevrolet Onix, Ford Ka Sedan ou Hyundai HB20S. Porém o Nissan Versa quer passar por outros caminhos em 2020: A nova geração do modelo, segundo executivos da empresa, vai brigar com os modelos no topo das vendas.

    O presidente da Nissan do Brasil, Marco Silva, confirmou durante o Salão de Tóquio que a segunda geração do sedã vai estrear no 2º trimestre de 2020. Ou seja, entre abril e junho. Dessa vez o modelo voltará a ser importado do México, país com o qual o Brasil tem um acordo de livre de comércio.

    Leia também: Fusão entre Fiat Chrysler e Peugeot: o maior grupo de vendas do Brasil

    A terceira geração é baseada na plataforma V, a mesma do novo Nissan March. Entre as tecnologias disponíveis na nova geração estão frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestre, alerta de mudança de faixa e farol alto automático. Em versões mais completas, ele traz ainda alerta de tráfego cruzado traseiro e controle de velocidade adaptativo (ACC). A versão mexicana está disponível unicamente com o motor quatro cilindros de 1,6 litro que rende 122 cv. Ele pode vir acoplado a uma transmissão manual ou, opcional, automática do tipo CVT. Aqui, o motor será o mesmo, porém com tecnologia flexível.

    Além do design mais chamativo, o novo Versa tem dimensões mais avantajadas que o atual. O sedã está 4 cm maior no comprimento (4,53 metros), 4,5 cm mais largo e 5,8 cm mais baixo. O entre-eixos sai de 2,60 m para 2,62 m. O porém é o porta-malas que diminui de tamanho: 425 litros – contra 460 litros do atual. O interior do novo Versa vai assumir a identidade que vemos no Kicks. Central multimídia com tela de 7 polegadas e o painel de instrumentos parcialmente digital são alguns elementos. A segurança também foi reforçada.

    Leia também: DPVAT será até 85,4% menor em 2020

    O carro vem de fábrica com o Nissan Safety Shield 360, um conjunto que engloba: sistema de ponto cego, visão 360° com detector de movimento, alerta de atenção do motorista, sistema de monitoramento de pressão dos pneus e alerta de tráfego cruzado na traseira. 

    A geração fabricada no Brasil não sairá de linha. O Versa atual, fabricado em Resende (RJ), passará a se chamar V-Drive, mesma nomenclatura que recebeu no México. O modelo irá se tornar uma opção de entrada no mercado de sedãs compactos.

    Leia também: Veja quais foram os carros que saíram de linha em 2019

     

    Últimas