Nadal joga bem, freia empolgação de holandês e avança às quartas em Wimbledon

  • 04/jul 17:21
    Por Estadão

    Rafael Nadal já está entre os oito melhores de Wimbledon. Nesta segunda-feira, o segundo cabeça de chave em Londres não deu chances ao empolgado Botic van de Zandschulp, ganhando em sets corridos e avançando para as quartas de final. O espanhol eliminou o holandês com parciais de 6/4, 6/2 e 7/6 (8/6) em 2h24.

    O jogo na quadra central começou com Nadal perdendo o saque. A resposta foi imediata. O espanhol embalou e abriu 5 a 2. Perdeu o serviço na hora de fechar, mas com a terceira quebra na parcial, fez 6/4. Jogador de golpes potentes, Zandschulp investia justamente na força para barrar a técnica apurada do favorito. Mas a qualidade do espanhol prevaleceu no primeiro set e ele foi soberano também na segunda parcial.

    Após abrir 3 a 0, Nadal apenas administrou a parcial. Com 5 a 2, forçou no saque de Zandschulp e no terceiro set point, abriu gigante vantagem de 2 a 0 no duelo das oitavas. Em busca do terceiro título de Grand Slam do ano – ganhou o Aberto da Austrália e Roland Garros -, o espanhol estava a um set da vitória.

    Não permitir reação do holandês, que passou por rivais experientes, casos de Feliciano López e Richard Gasquet, era a meta de Nadal. Mas começou a parcial perdendo o serviço. Como no primeiro set, devolveu de imediato e logo virou para 5 a 3. Sacou para garantir a vitória e acabou surpreendido. O holandês forçou e quebrou. E buscou o 5 a 5, resgatando as esperanças no confronto. Depois, levou o jogo ao tie-break.

    O game desempate foi igual até 2 a 2, depois Nadal abriu vantagem e teve três match points seguidos com 6/3. Não aproveitou, permitindo o 6 a 6. Confirmou o saque e na quarta oportunidade, fechou o embate com 8/6. O espanhol volta às quadras na quarta-feira, diante do americano Taylor Fritz, cabeça de chave 11, que fez 3 a 0 no australiano Jason Kubler, parciais de 6/3, 6/1 e 6/4.

    Depois de eliminar o grego Stefanos Tsitsipas na rodada anterior, com grande apresentação, o australiano Nick Kyrgios avançou às quartas de final após dura batalha contra o americano Brandon Nakashima. Após 3h11 e cinco sets, o 40° do mundo se garantiu com 4/6, 6/4, 7/6 (7/2), 3/6 e 6/2.

    Agora, Kyrgios defende a grande campanha em Wimbledon contra o chileno Cristian Guarín, que também precisou de cinco sets para superar o australiano Alex De Minaur, com impressionante virada de 2/6, 5/7, 7/6 (7/3), 6/4 e 7/6 (10/6).

    MALDIÇÃO DO TOP 10

    A espanhola Paula Badosa (cabeça 4) é a nona tenista do Top 10 eliminada em Wilmbledon antes das quartas de final. Deu adeus com derrota sem reação diante da belga Simona Halep, por 6/1 e 6/2. Desta maneira, apenas a tunisiana Ons Jabeur, cabeça 3, segue na disputa entre as 10 melhores.

    Halep terá pela frente a americana Amanda Anisimova, que fez 6/2 e 6/3 na francesa Harmony Tan. Após acabar com a invencibilidade de 37 jogos da líder do ranking, a polonesa Iga Swiatek, a francesa Alizé Cornet levou virada diante da australiana Ajla Tomljanovic, e deu adeus com 6/4, 4/6 e 3/6.

    Tomljanovic terá pela frente a casaque Elena Rybakina, que despachou a croata Petra Martic, com 7/5 e 6/3.

    Últimas