Moradores e produtores rurais cobram melhorias na estrada do Xingú, Brejal e Taquaril

  • Continua após o anúncio
    Continua após o anúncio

  • 07/jan 08:00
    Por Vinícius Ferreira

    As chuvas que atingem a cidade de forma contínua nas últimas semanas têm causado prejuízos, especialmente nas áreas mais afastadas do primeiro distrito. Nas regiões do Brejal e Taquaril, zona rural do distrito da Posse, estradas danificadas pela enxurrada têm dificultado a passagem de quem precisa escoar a produção ou simplesmente passar pelo local. Na estrada do Xingú (Brejal), há trechos em que são poucos os veículos que conseguem transitar.

    “Está perigoso. A gente está ficando agarrado com carro e caminhão. É um trecho de 2,5km (de um total de 11km) de estrada de terra que é importante para os produtores e moradores da região, que dá acesso ao Buriti, Brejal”, conta Diogo Miloni.

    A chuva abriu buracos em vários trechos da estrada. (Foto: Divulgação)

    A situação é parecida na estrada do Taquaril. “De um certo ponto para cima, o micro-ônibus, que busca crianças na parte de cima, não passa”, relata Leonardo Silva, que diz ainda que o trabalho está focado na região do Brejal. “O cronograma deles (Comitê das Estradas do Brejal), eu tive oportunidade uma vez só de ir, é todo voltado para estradas do Brejal”, afirma.

    Um caminhão usado por produtores ficou atolado na lama. (Foto: Divulgação)

    O presidente da associação de moradores do Taquaril, Sérgio Amaral, conta que os moradores já se habituaram a se reunir para fazerem eles mesmos algumas intervenções pontuais. “Estamos precisando de podas nas árvores e manutenção no Taquaril. Temos feito um trabalho concretando subidas, consertando pontes. Mas, ainda precisamos do apoio do poder público”, informa Sérgio, que afirma ainda que o trabalho feito pelos moradores já alcança quase 1km de estrada (nos últimos dois anos). “Fizemos as subidas de alguns morros, mas o maior problema (nesse período de chuva) tem sido as baixadas. Já fizemos contato com a regional da Posse, pedindo apoio, principalmente com material”.

    A Tribuna de Petrópolis questionou a Prefeitura se já há um pedido de reparo emergencial para a estrada do Xingú e se as reuniões com o Comitê das Estradas no Brejal seguem acontecendo e determinando o calendário de intervenções. Além disso, questionamos sobre as soluções de caráter definitivo, como o serviço de drenagem (por meio de manilhas) que vem sendo cobrado pelos moradores dos trechos afetados pelas chuvas do fim do ano passado e do início deste ano, se há previsão para que esse tipo de intervenção ocorra em 2022.

    Em resposta, a Secretaria de Obras informou que já realizou vistoria no local e já possui cronograma para as intervenções de melhorias das estradas do Brejal. De acordo com a Prefeitura, por conta das chuvas neste período do ano, a atuação das equipes fica limitada para a realização de algumas obras necessárias. A prefeitura nega que o trabalho regular não esteja sendo feito na região, e disse que as equipes atuam constantemente para garantir os reparos emergenciais na região.

    Últimas