Montadoras apostarão nos scooters em 2020

  • 07/12/2019 18:26

    O Salão Duas Rodas, realizado no mês passado em São Paulo, é a grande vitrine das montadoras de motos no país. Ali marcas e consumidores se encontram para estreitar relacionamento, dividir experiências e principalmente conferir as novidades para o mercado. E a edição deste ano teve uma presença marcante de um modelo específico: o scooter. A moto causa polêmica dentro da comunidade de duas rodas. Alguns mais “conservadores” não consideram o modelo como moto. Mas as vantagens como câmbio automático CVT, espaço embaixo do banco e uma posição de pilotagem “mais sentado”, dão aos scooters cada vez mais presença no mercado brasileiro. 

    Para exemplificar como esse modelo já está tão presente nas ruas brasileiras, neste ano o total de 75 mil scooters já foram vendidos no Brasil, segundo a associação brasileira das fabricantes de motos, a Abraciclo. Eles representam 8,6% do total de vendas de motos. Também este ano, os emplacamentos de motos subiram 14,8% no acumulado até outubro, sendo que os scooters cresceram em 30% no mesmo período.

    A Kymco Agility 16+, uma opção mais acessível, tem valor estimado em R$ 11.990. Foto: Divulgação

    E para o ano que vem, pelo menos 5 modelos, chegarão ao mercado nacional por Honda, Yamaha, Kymco, Haojue e Vespa que mostraram suas novidades no Salão. A Yamaha trará como principal novidade a XMax 250 que chega em março de 2020. A scooter terá motor de 22,8 cavalos, controle de tração e freios ABS. O preço será anunciado só no ano que vem. Já a Honda trouxe duas novidades que ainda não estão confirmadas. A montadora japonesa expôs a ADV 150 e a Forza 300, mas os novos modelos só seriam colocados à venda sob o pretexto de “ter a aprovação do público” na feira. Apesar de já ter conquistado sucesso com os scooters PCX 150 e Elite 125, a montadora não confirmou se as duas novidades do evento vão realmente chegar às lojas.

    A Kymco levou para a feira um scooter mais encorpado e um mais acessível. O AK 550 da Kymco tem motor de 2 cilindros, 51 cavalos de potência e até dois modos de pilotagem. O modelo é feito em Taiwan e chega ao Brasil em maio de 2020 por R$ 44.900. Já como opção mais acessível, tem o Agility 16+ por R$ 11.990. Ele tem freios ABS e motor de 12,5 cavalos. Seu preço é R$ 11.990. Já chinesa Haojue trará um modelo de entrada: o VR 150. O scooter chega em fevereiro de 2020 por aqui por R$ 9.740 e tem motor de 10,8 cavalos.

    Vespa Club 125. Foto: Divulgação

    Por fim, a Vespa está trazendo para o Brasil a Club 125. O modelo mantém as características tradicionais marca e motor de 9,5 cavalos. A Vespinha chega em março às concessionárias por R$ 14.980. 

    Últimas