Molon diz que falta empenho ao governo nas buscas por Dom e Bruno na Amazônia

  • 12/jun 13:44
    Por Fábio Grellet / Estadão

    O deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ) criticou o governo federal quanto às buscas pelo jornalista britânico Dom Phillips e pelo indigenista brasileiro Bruno Pereira, desaparecidos desde domingo passado, dia 5, quando faziam o trajeto entre a comunidade ribeirinha São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte, no Vale do Javari, na Amazônia. A polícia investiga o caso, mas até agora não chegou a nenhuma conclusão. “O governo federal não se empenhou como deveria. Tinha que ser feito muito mais. O Brasil e especialmente os familiares têm direito de saber onde estão Dom e Bruno”, afirmou o parlamentar, que na manhã deste domingo, 12, participou de um ato promovido na orla de Copacabana, zona sul do Rio, para cobrar mais empenho das autoridades na busca pelos desaparecidos.

    “As atitudes do presidente da República criam um ambiente que permite esse tipo de crime. Esse episódio mostra a gravidade do risco que se corre. Os servidores da Funai e os ambientalistas estão ameaçados. Infelizmente o Brasil está vivendo um momento trágico e esse é um dos exemplos mais trágicos desse momento”, afirmou Molon.

    O deputado elencou providências na tentativa de pressionar o governo para que se empenhe mais na solução do caso: “Fizemos atos em frente à Funai, falamos disso no Congresso, estamos cobrando do governo, e também há uma ação ajuizada no Supremo que está dando prazo para que o governo se explique. Há uma pressão tanto no Legislativo como no Judiciário para que o Executivo tome providências”.

    Últimas