Ministério Público apura denúncias de “fura-fila” na vacinação da covid-19 em Petrópolis

06/fev 15:36
Por Luana Motta

Corre em sigilo um procedimento para apurar uma série de denúncias sobre o “fura-fila” na vacinação da covid-19 em Petrópolis. O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) estão verificando denúncias sobre a vacinação de servidores que não trabalham na linha de frente contra a covid-19, inclusive, de profissionais que não são da área médica.

Na reunião que aconteceu na última quarta-feira (3), com representantes da Prefeitura e Secretaria Municipal de Saúde, o MPF e MPRJ pediram a listagem de todos os profissionais que serão imunizados no Hospital Alcides Carneiro. Foi solicitado também o nome das pessoas que compõem a equipe de vacinação e o nome das pessoas já imunizadas. Há denúncias de irregularidades nas filas também em outras unidades de saúde.

Procurada pela Tribuna, a Prefeitura disse que a Secretaria de Saúde abriu sindicância para apuração rigorosa das denúncias. O município esclareceu que as equipes são orientadas a seguir as recomendações do Ministério da Saúde quanto aos grupos prioritários e que forneceu toda a documentação solicitada ao Ministério Público.

Os Ministérios Públicos estão cruzando os dados das denúncias com postagens nas redes sociais. Segundo o MP, chegaram informações de jovens e pessoas que não são da área médica postando fotos recebendo a vacina. A população pode continuar fazendo denúncias diretamente nos MPs.

Na reunião, o MP também orientou a Secretaria de Saúde que faça um cadastramento prévio dos idosos do município para o planejamento e organização das próximas etapas de vacinação

Até às 19h, desta sexta-feira (05), foram aplicadas 5.805 doses da vacina. O MP também questionou o motivo da morosidade na vacinação. A Secretaria Municipal de Saúde esclareceu que a vacinação é realizada por três equipes de segunda à sábado, e que a Secretaria está prezando pelo controle, com o intuito de evitar irregularidades. Na quarta-feira(03), começaram a ser aplicadas a vacina de Oxford, que faz parte do segundo lote de doses que veio para Petrópolis.

Últimas