Menos da metade dos alunos comparece as aulas presenciais no Liceu Municipal

12/maio 13:28
Por Janaina do Carmo

As aulas presenciais no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio começaram na última segunda-feira (10), mas menos da metade dos alunos têm comparecido à unidade. A estimativa é que 40% dos estudantes, que estão autorizados a retornarem as salas de aula, assistam as atividades de forma presencial. Nesta primeira etapa de volta às aulas foi autorizada pela Prefeitura apenas o retorno das classes do terceiro ano do Ensino Médio do Liceu.

Esta semana, o vereador Yuri Moura (Psol), que integra a Comissão de Educação, Assistência Social e Defesa dos Direitos Humanos da Câmara Municipal (CEADH), esteve na unidade vistoriando o cumprimento dos protocolos sanitários estabelecidos pelo decreto municipal, que autorizou o retorno das aulas presenciais. Segundo ele, as determinações de segurança sanitária estão sendo cumpridas.

“O problema que percebemos foi a baixa adesão dos alunos e muitos transtornos sobre a metodologia das aulas, com a falta de equipamentos para garantir o ensino híbrido. Vimos um esforço muito grande das equipes, dos professores para conduzir os trabalhos mesmo sem que haja uma logística para tal”, salientou o vereador.

Segundo Yuri Moura, na segunda-feira 13 alunos compareceram as aulas presenciais, na terça apenas um estudante. “Há um esforço muito grande de logística e de aporte de recursos para pouca adesão dos alunos. Percebemos que há insegurança dos pais e também dos estudantes de retornarem com segurança para as salas de aula. Por isso, a nossa posição é contrária a esse retorno de aulas presenciais neste momento”, frisou o vereador.

Em nota, a Prefeitura informou que o Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio está com estrutura para garantir o conteúdo remoto para os alunos e as aulas presenciais. Além disso, os profissionais foram orientados a utilizarem a plataforma Educa em Casa no site (www.petropolis.rj.gov.br) para aplicarem os conteúdos.

A retomada das aulas presenciais na cidade foi autorizada na última segunda (3) para alunos do terceiro ano do Ensino Médio e do primeiro ano do Ensino Fundamental. Um decreto da Prefeitura publicado no Diário Oficial (D.O.) estipula as regras que devem ser seguidas pelas unidades. Apenas escolas vistoriadas por uma equipe técnica e que receberam o Selo Escola Segura podem reabrir.

As escolas autorizadas a receber os alunos devem respeitar o distanciamento de 1,5 metro e o limite máximo de 50% do número de alunos da turma. Além disso, de acordo com a Prefeitura, a opção pelo sistema híbrido não é obrigatória, ou seja, os pais e/ou responsáveis que preferirem poderão manter os estudantes apenas com ensino remoto, como acontece atualmente.

Matéria atualizada às 13h48

Últimas