Luan ‘acorda’ no 1º tempo, mas Corinthians perde invencibilidade em Araraquara

13/abr 22:21
Por Estadão

O Corinthians perdeu uma invencibilidade de dez jogos, nesta terça-feira, ao ser derrotado pela Ferroviária, por 2 a 1, de virada, em Araraquara, em jogo válido pelo Campeonato Paulista. Com o resultado, o time do Parque São Jorge continua com 14 pontos na liderança do Grupo A, enquanto a Ferroviária é a vice líder do B, com dez.

O Corinthians teve seu melhor desempenho do ano nos primeiros 45 minutos, com boa atuação do meia Luan, mas na segunda etapa sentiu a parte física, sendo pressionado pelo time da casa e mereceu perder o primeiro jogo na competição estadual.

O primeiro tempo de Luan fez lembrar em parte aquele jogador que foi eleito o melhor da América em 2017. Livre para criar as jogadas do Corinthians, o meia se movimentou bastante, finalizou com perigo e ainda deu a assistência para o único gol dos primeiros 45 minutos.

O bom futebol do camisa 7 fez o Corinthians ter uma sensação diferente neste Paulistão: o de dominar um adversário. Em meia hora, o alvinegro finalizou sete vezes e poderia ter conseguido um placar mais elástico não fosse a boa atuação do goleiro Sandro, com pelo menos duas boas defesas, além de um chute de Otero no travessão.

Apesar do domínio, o Corinthians voltou a mostrar algumas falhas no setor defensivo. Em uma delas, Renato Cajá descobriu Felipe Marques. O atacante correu livre, mas finalizou em cima de Cássio, que saiu bem do gol. No escanteio, Everton pegou o rebote e fez o gol, mas o VAR flagrou Xandão em impedimento e anulou o lance, aos 35 minutos.

Aos 42, Luan fez ótima assistência no peito de Camacho, que abriu o placar. O time da Ferroviária reclamou demais uma saída de bola no início da jogada, com João Victor.

No segundo tempo, o Corinthians do início da temporada voltou à ação. O time de Mancini voltou a ser pressionado, com a Ferroviária levando perigo, mas parando em mais uma boa atuação de Cássio. O goleiro se apresentou muito bem em pelo menos dois lances.

Mas as falhas de passes e posicionamentos foram constantes na zaga corintiana até que Xavier perdeu a bola na área e Hygior cruzou para Higor Meritão bater firme: 1 a 1, aos 28 minutos.

E o Corinthians correu sérios riscos de perder a invencibilidade de 11 jogos. Rogério e Hygor estiveram diante de Cássio, mas falharam nas finalizações. De tanto tentar, a Ferroviária conseguiu a vitória e veio em bela cobrança de falta de Xandão, que também teve falha de Cássio.

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 2 X 1 CORINTHIANS

FERROVIÁRIA – Saulo; Diogo Mateus, Matheus Salustiano, Xandão e Arthur Henrique; Higor Meritão, Vinícius Zanocelo (Yuri), Renato Cajá (Hygor) e Everton (Fellipe Mateus); Felipe Marques (Anderson Rosa) e Bruno Mezenga (Rogério). Técnico: Pintado.

CORINTHIANS – Cássio; João Victor, Jemerson, Raul Gustavo e Lucas Piton; Xavier (Ramiro), Camacho (Roni), Luan (Araos) e Otero (Adson); Léo Natel (Gabriel Pereira) e Jô. Técnico: Vagner Mancini.

GOL – Camacho, aos 42 minutos do segundo tempo. Higor Meritão, aos 28, e Xandão, aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Thiago Luis Scarascati.

LOCAL – Araraquara.

Últimas