Leandro Azevedo nega convite para compor com o interino Hingo Hammes

21/set 02:43

Segue de vento em popa o acordo costurado pelo interino Hingo Hammes com o Republicanos de Matheus Quintal. Passa pela ‘cessão’ da Secretaria de Assistência Social ao partido com a nomeação do vereador Eduardo do Blog. E Elias Montes que se transferiu do PSL para o Republicanos pode ter também um cargo no governo. Só tá difícil dar uma remanejada em todo mundo para ter uma vaga à altura.  Dono de 16 mil votos, Elias é cotado para ser vice de HH.

Pernada doeu

Nas redes sociais o professor Leandro Azevedo, terceiro colocado na eleição de 2020 no primeiro turno, sentiu o golpe. Inclusive porque também foi convidado para fazer parte desses arranjos e não aceitou. Gravou um vídeo curtinho dizendo que “não está à venda”. E não faltaram áudios de correligionários do professor nas redes sociais declarando guerra ao interino Hingo Hammes.  Mas não foi por falta de alerta nosso… desde o início do ano a gente avisou da pernada.

Pesquisas

Correligionários de Leandro Azevedo dizem que ele aparece em primeiro nas pesquisas por isso tanta revolta com o xeque-mate de Hingo Hammes na candidatura do professor.

WO

De um Partisans antenado sobre o cenário político com os últimos movimentos de Hingo Hammes, interino que é candidato na eleição suplementar: “quer ganhar por WO”. É, faz sentido.

Nem ficamos chocados com a confirmação na pernada em Leandro Azevedo –que, inclusive já vínhamos avisando faz tempo. Mas estamos de careta com o interino Hingo Hammes se preparando para a disputa. Aparelho nos dentes, gravou videozinho ao som do pagode “Tô fazendo a minha parte”.

Eu, hein!

Enquanto isso, Bernardo Rossi, nas redes sociais, desenterrou uma foto de 1900 e bolinha com Márcia Palma que está na Secretaria de Educação desde o seu governo. Dizem que é para mostrar força para que ela permaneça à frente da pasta que foi dada ao Psol de Yuri Moura.  Não é possível uma ‘estratégia’ dessas para mostrar pressão. A gente prefere crer que a postagem foi sem querer.

Luta pelas secretarias

Falando em nomes de Bernardo Rossi na gestão Hingo Hammes, permanecem à frente de secretarias importantes Karina Bronzo, de Serviços, Segurança e Ordem Pública, e Márcia Palma, na Educação.  E BR luta para manter essas pastas, mas parece que não vai rolar mesmo. E começa a ficar incômoda a presença de correligionários de Bernardo em boa parte da gestão provisória, principalmente os lotados no gabinete do prefeito interino Hingo Hammes.

Remanescentes

De fato, das antigas permanecem Marcelo Soares, no Desenvolvimento Econômico, mas nem é em função de Bernardo Rossi e Dalmir Caetano, no Planejamento, também em voo solo.  Acabou ficando também Jair Almas, secretário de Fazenda, que foi sub na gestão anterior, porque Pedro Mattoso, gerente da Caixa declinou da vaga.

Polêmica à vista

E sobre a pasta da Educação ir parar no Psol de Yuri Moura não faltaram memes nas redes com Yuri hora ao lado de Bomtempo, com Freixo, com Lula etc para ‘caracterizar’ uma gestão de esquerda.

Consistência

Sobre a audiência pública que os vereadores marcaram para o dia 05 para debater o contrato com a Águas do Imperador, aconselhamos nossos legisladores a pedirem dados como balanços da empresa e investimentos realizados a fim de compararem. Mas, um Partisans lembrou bem: devem pedir também dados comparativos de concessões em outras cidades em preço e investimento.  E podem pedir dados de outras concessionárias para comparar serviços e tarifas.

Contagem         

Petrópolis está há 262 dias sem prefeito eleito pelo povo.

Ajudinha

E a gente já vai ajudar o Republicanos em sua nova pasta, da Assistência Social: o CRAS Centro (Centro de Referência em Assistência Social) mudou da Dr. Sá Earp para a Rua Dom Pedro já tem bem uns 20 dias. Mas nem telefone tem ainda lá e a galera dá com a cara na porta o antigo endereço.

Niver

Estreia idade nova hoje o ex-vereador Márcio Arruda.  Daqui desejamos felicidades e, finos que somos, não vamos contar a nova soma, mas vamos revelar: tem surpresa hoje preparada pela família.

E tiraram a estrutura maior, destinada à Guarda Civil, que tinha até dormitório da Praça da Inconfidência. E olha que não tinha nem autorização do Iphan para ter colocado. Sobrou a menor, mais antiga, essa autorizada, mas que não é usada para nada. Tá lá abandonada e suja.  Janaína do Carmo fotografou para a gente.

Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

Últimas