Giro da Tribuna pelo Esporte: Planejamento prevê time local no Sul-americano de hóquei

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 03/12/2021 14:14
    Por Roberto Márcio, especial para a Tribuna de Petrópolis

    A menos que não haja novas restrições sanitárias por conta da Covid-19, a Casa de Portugal de Petrópolis terá uma programação recheada de desafios para 2022. O primeiro deles deverá ser o Campeonato Sul-americano de hóquei tradicional adulto feminino, previsto para acontecer na Argentina, uma disputa que já havia sido adiada por pelo menos duas vezes.

    Os planos da Casa de Portugal são grandes e está no topo recuperar a hegemonia no feminino adulto. Para isso, o clube classista prevê o retorno aos treinos no dia oito de janeiro, com a reapresentação pela manhã no ginásio Mário Machado, em Quitandinha, onde a ideia é começar a preparação para o Sul-americano. A competição internacional está prevista para começar no dia 25 de fevereiro.

    Apesar de antecipar a divulgação do planejamento para o início de ano, a Casa de Portugal terá um dezembro com atividades, sendo que no dia quatro haverá um torneio interno, a partir das 15 horas, já no dia 11, será disputa dos amistosos contra Teresópolis, em casa. Estarão em ação as categorias feminino e masculino, com início marcado para às 13 horas. Encerrando o ano, no dia 18 vai acontecer um jogo de encerramento entre as crianças.

    Torcida do Serrano organiza campanha de arrecadação de alimentos

    Com o título “Natal Fraterno”, a torcida organizada “Sou Serranista Sim Senhor” está apoiando uma campanha de arrecadação de alimentos para a população carente do município. Os postos para arrecadação são a Mafalu Decorações, no Morin e a Livraria Nobel, Centro e até o momento não tem um prazo definido de encerramento. Em breve, a organização da campanha divulgará o destino das doações

    Equipe petropolitana disputará Copa Brasil de cross country, em janeiro

    A Copa Brasil de Cross country será uma das atrações do calendário da Confederação Brasileira de Atletismo (Cbat), em São Paulo. Tradicional, o evento vai receber atletas de todo o país e Petrópolis vai estar presente com pelo menos quatro atletas, todos treinados por José Cícero Eloy, responsável pela equipe EloAtle. A EloAtle quer seguir os passos da Pé de Vento e em poucos anos revelar e treinar corredores de alto nível do país.

    Serrano se transformou na “vítima” do Pérolas Negras

    O Pérolas Negras impôs mais uma dolorosa vitória sobre o Serrano em 2021. Na decisão do Campeonato Estadual da Série B1, na categoria sub-20, as duas equipes empataram em 1 a 1 na cidade de Resende, e como havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0, faturou o título. Isso lembra o  São Gonçalo EC que, durante três anos seguidos, venceu todos os jogos sobre o Leão da Serra, incluindo a final da Série C em 2016.

    Petrópolis poderá ter competição de voo livre no ano que vem

    No próximo dia 12, em local ainda não divulgado, o Petrópolis Voo Clube anunciará o XC Petrô, uma competição de voo livre por quilometragem que terá cinco etapas ao longo de 2022 na pista do Parque São Vicente, em Quitandinha. A modalidade promete um show durante as provas e quer trazer para cá alguns dos melhores pilotos do país. Vale lembrar que desde 2019 não acontece um campeonato como esse aqui.

    Petrópolis poderá ter competição de voo livre no ano que vem 2

    O petropolitano Geraldo Magela, o Lalado, que compõe a diretoria do PVC, espera a adesão de muitos pilotos de asas delta para o XC Petrõ 2022, que marca o retorno para valer de um esporte que é considerado um dos cartões postais do município. Lalado, que também é piloto, disse nesta semana que pretende disputar novamente na próxima temporada o X Ceará, evento de voo de longa distância.

    Alegria e tristeza para petropolitana que ajudou Corrêas a conquistar o bi no handebol

    O Corrêas ganhou o bicampeonato municipal recentemente. Apesar da merecida festa vermelha e branca, uma jogadora em particular comemorou por um lado, mas lamentou por outro: Vanessa Pelli, que se machucou na semifinal, atuou por pouco tempo na final que garantiu o título com o joelho machucado. Nesta semana, recebeu a notícia que terá de operar na região. Mas mesmo assim, prometeu retornar às quadras com toda força.

    Mais um petropolitano nos Jogos Cali 2021: é no basquete de três

    Após a conquista da medalha de bronze no mountain bike feminino com Giuliana Salvini Morgen, a Giugiu, Petrópolis conta com representante nos Jogos Cali 2021, que acontece na Colômbia: o técnico da seleção brasileira de basquete 3×3, Douglas Lorite, busca um lugar no pódio da competição. Lorite está confiante numa boa exibição de seus comandados e trabalha de olho na classificação verde e amarela nos Jogos Paris 2024.

    Últimas