Giro da Tribuna pelo Esporte: Clubes querem retomar atividades plenas ainda neste ano

14/jun 15:29
Por Roberto Márcio, especial para a Tribuna de Petrópolis

Clubes querem retomar atividades plenas ainda neste ano

Uma das maiores vítimas da Covid-19, os clubes mantém a esperança de retornarem as suas atividades plenas ainda neste ano. Apesar de um alívio nas restrições, eles sofreram um baque enorme de março do ano passado para cá, e olha que as coisas já não estavam boas antes do início da pandemia. Tudo depende de como avançar a vacinação no município e a consequente diminuição no número de infectados para tornar realidade esse desejo.

O período da pandemia serviu para os clubes investirem na estrutura pensando no fim da Covid-19. Petropolitano, Serrano, Magnólia e Internacional são alguns dos que optaram em fazer modificações, em suas sedes, com o objetivo de melhorar as condições para os atletas desenvolverem seus trabalhos. Tudo isso imaginando um mundo pós-pandemia que todo mundo anseia que chegue o mais depressa possível.

A Liga Petropolitana de Desportos tem conversado com representantes dos clubes sobre um calendário para o segundo semestre. A abertura das competições oficiais será com a categoria máster e não podia ser diferente, já que a base está suspensa em quase todos os filiados a entidade por conta das restrições do Decreto Municipal. Aos poucos, como se vê, o esporte retorna devagar a movimentar a Cidade Imperial.

Piloto de automobilismo do Leão da Serra aguarda etapa da Fórmula 1600

O petropolitano Antônio Vieira, que disputa automobilismo pelo Serrano, aguarda uyma definição para a terceira etapa do Campeonato Paulista de Fórmula 1600. Não se sabe ainda se a prova vai acontecer em Interlagos, São Paulo ou na pista principal de Curitiba. Enquanso isso, prepara seu carro para o próximo desafio e garante boa preparação física que suporte o exaustivo fim de semana de corrida.

Serrano começou no sábado o trabalho no sub-11 e sub-13

Após um ano e três meses sem atividades no estádio Atílio Marotti, o trabalho nas divisões de base do Serrano é retomado. No último sábado pela manhã, cerca de 40 crianças se apresentaram para a primeira seletiva que vai escolher os futuros jogadores das categorias sub-11 e sub-13. A Interfut, parceira do Leão da Serra, mantém esses subs atuando no seu CT, na Barra, onde inclusive disputa campeonatos. A ideia é formar dois núcleos daqui por diante.

Primeiro grande evento indoor será experimento para outros?

O Pan-Americano de ginástica brasileira rítmica e de trampolim começou no último fim de semana em São Paulo e se torna o primeiro evento esportivo indoor de grande porte realizado totalmente em território nacional desde o início da pandemia, em março do ano passado. O seu sucesso deve inspirar outras competições que podem acontecer no país, a despeito da expansão da Covid-19 em todo o país.

Magnólia garante uma atleta na seleção brasileira de Pentatlo Moderno nos Jogos 2020  

Apesar do Brasil não contar com representantes na disputa feminina do Mundial de Pentatlo Moderno em Cairo, a atleta do Magnólia Maria Iêda Guimarães já tem a sua vaga olímpica confirmada após a disputa no Pan de Lima. Já os dois representantes na disputa do qualificatório masculino, Danilo Fagundes e William Muinhos, não conseguiram se classificar para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Treinador petropolitano começou trabalho com atleta para Tóquio 2024

O treinador petropolitano, Jorge Luís Silva, o Jorginho, começou a trabalhar com o atleta Robson Pereira Lima, o Robinho visando o ingresso no time brasileiro de maratona olímpica dos Jogos Paris 2024. O atleta, atual quinto colocado no ranking dos 10 mil (Cbat), deverá fazer uma transição para a categoria de corrida mais longa nos próximos meses. Vale lembrar que Jorginho foi atleta e auxiliar de Henrique Viana na Pé de Vento.

Treinador petropolitano começou trabalho com atleta para Tóquio 2024 2

E por falar no ranking dos 10 mil, a Pé de Vento está na primeira colocação com Gilberto Silvestre Lopes, sendo que um outro ex-corredor ocupa boa colocação: Giovani dos Santos, que ficou anos na equipe de atletismo petropolitana, está em terceiro. Até mesmo Robson Pereira passou pela Pé de Vento. Gilberto está sendfo treinado à distância por Henrique Viana, hoje morando no interior de Goiás.

Gustavo Leal, assistente de Jardine na seleção masculina de futebol, diz que foco agora será na Olimpíada

Um dos petropolitanos nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o auxiliar técnico da seleção brasileira masculina de futebol Gustavo Leal disse que o foco do trabalho será voltado para a estreia contra a Alemanha, rumo ao sonho do bi dourado do time. E a estreia vai acontecer justamente contra quem decidiu há quatro anos no Maracanã o título da competição. Gustavo assegura que a atenção será total para a busca da medalha. 

Últimas