Feira Avante: Cria Local convoca comerciantes locais atingidos pelas chuvas

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • Por Aghata Paredes

    Desde 2016, a Cria Local vem mapeando a produção da cidade em diversos segmentos. Agora, diante do que a cidade enfrenta, o espaço se envolveu ainda mais com a bandeira do comércio local, especialmente com os afetados diretamente pelas chuvas em Petrópolis.

    “Reagir ao chamado que nós estamos vivendo é urgente.”

    Cissa Borges, uma das sócias da Cria Local

    Cissa conta que a ideia de convocar os comércios locais impactados pelas chuvas surgiu instintivamente. “Entendemos que essas marcas, que foram atingidas no dia 15 de fevereiro, estavam se preparando para uma retomada que não aconteceu. Nós conseguimos enxergar as implicações práticas disso: o que vai acontecer com o estoque dessas pessoas que estavam se preparando? Essas marcas estavam retomando o fôlego, mas e agora? As feiras foram canceladas; quem fornece para o centro da cidade não recebe mais pedidos. Consequentemente, a renda dessas pessoas ficou comprometida.” Foi a partir dessas reflexões que a Casa Cria Local decidiu ajudar, abrindo espaço para essas pessoas venderem os seus produtos. 

    Fotos: Divulgação

    “Não tem como uma cidade ser sustentável sem investir em quem está perto, ou seja, no comércio local.”

    Cissa Borges

    O nome da feira, bastante simbólico, é um chamado coletivo para mostrar que é possível produzir, consumir e gerar renda juntos. A Feira Avante, segundo Cissa, é um mantra para seguir em frente, mas não como se nada tivesse acontecido. “É seguir em frente juntos, repensando a forma de produzir, consumir e habitar a cidade.”, comenta. 

    Foto: Divulgação

    O evento foi dividido em duas etapas. A primeira começa hoje, dia 24, e vai até o dia 27 de março. A segunda está marcada para acontecer do dia 31 de março ao dia 3 de abril. As marcas podem participar do evento em qualquer dia, segundo a sócia da Cria Local, basta avisar com antecedência. “Esse evento não foi pré-formatado; não desenhamos ou idealizamos isso. Ele tem um caráter emergencial. Entendemos que agora é hora da flexibilidade. Se há uma marca com um estoque de 100 chocolates, nós vamos estar lá para ajudá-la a vender esses produtos num único dia, sem a necessidade desse comércio ter que participar dos oito dias de evento.”

    A Melt’s é uma das marcas que vai expor no local. Juliana Klippel teve a casa impactada pela chuva do dia 15 de fevereiro. A empreendedora petropolitana teve que arrumar um novo endereço e correu para se reerguer. Na segunda chuva, mais uma vez, Juliana sofreu uma perda; o carro dela foi levado. “É uma situação de impotência muito grande. Fiquei sem saber o que fazer ou para onde correr. Acho que é a hora de Petrópolis se unir, comprar localmente e manter a economia da cidade funcionando.”, comenta Juliana. Foi ela quem inspirou o evento, segundo Cissa, que foi pensado a partir das demandas práticas dos comerciantes locais. 

    Para participar da Feira Avante, Cissa comenta que é necessário ter uma marca local e familiar, impactada diretamente pelas chuvas. Será cobrado um valor simbólico pelo “chão” do evento e a comissão sobre as vendas (essa comissão já inclui as taxas de vendas por cartão). Os comerciantes serão responsáveis pelo mobiliário necessário para montar a sua banca (1m x 1,5m). O formulário para participação pode ser preenchido neste link aqui

    Últimas