Ex-Bahia, técnico Mano Menezes acerta com o Al-Nassr, da Arábia Saudita

11/abr 09:54
Por Estadão

Mano Menezes está de casa nova. O técnico gaúcho foi anunciado pelo Al-Nassr, da Arábia Saudita. Aos 58 anos, o treinador teve seu mais recente trabalho no Bahia, do qual foi demitido 20 de dezembro, após derrota para o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro. O jogo ficou marcado pela denúncia de racismo feita por Gérson contra o colombiano Índio Ramírez. O caso foi arquivado pela Justiça, após pedido do Ministério Público.

Na Arábia Saudita, Mano Menezes substituirá o croata Alen Horvat. Outros brasileiros já passaram pela função no Al-Nassr, com destaque para Zagallo, Paulo César Carpegiani, Joel Santana e mais recentemente Ricardo Gomes.

O clube é o atual campeão saudita, da Copa do Rei e da Supercopa e conta no seu elenco com dois brasileiros: o meia Petros, que trabalhou com o treinador no Corinthians, e o zagueiro Maicon, ex-São Paulo. Restando cinco rodadas para o término da atual edição do campeonato local, o Al-Nassr é quinto colocado e tem 12 pontos a menos que o líder Al-Hilal.

Este será o segundo trabalho de Mano Menezes no exterior. Em 2016, aceitou convite do chinês Shandong Luneng. Por lá ficou pouco tempo, mas conseguiu levar o clube às quartas de final da Liga dos Campeões da Ásia. O treinador tem no currículo conquistas relevantes por Corinthians, Cruzeiro e Grêmio, sendo três títulos da Copa do Brasil (2009, 2017 e 2018), além de dois Campeonatos Mineiros (2018 e 2019), dois Gaúchos (2006 e 2007), e um Paulista (2009).

Diante de seu desempenho consistente no comando do Corinthians, Mano foi convidado a assumir a seleção brasileira em 2010, substituindo Dunga. Sua missão seria conduzir o Brasil à Copa do Mundo de 2014. Conquistou a prata olímpica em Londres-2012. No entanto, o trabalho foi interrompido em seguida, dando lugar ao retorno de Luiz Felipe Scolari.

Mano Menezes despontou para o futebol brasileiro em 2004 ao levar o 15 de Novembro de Campo Bom-RS às semifinais da Copa do Brasil. De lá, chegou ao Caxias. Também teve passagens por Flamengo e Palmeiras, mas sem obter bons resultados nas duas equipes.

Últimas