EUA: dois morrem em acidente com Tesla, com possível falha de piloto automático

19/abr 07:25
Por Redação / Estadão

Dois homens morreram depois que um veículo da Tesla bateu em uma árvore na noite de sábado (17), ao norte de Houston, no Texas (EUA). Autoridades acreditam que o veículo estava operando sem ninguém no banco do motorista. Um dos homens estava no banco do passageiro da frente e o outro estava no banco de trás do Tesla, que viajava em alta velocidade ao longo de uma curva antes de atingir uma árvore, por volta das 23h25, disse o policial Mark Herman, do Distrito 4 do Condado de Harris, em uma entrevista.

“Nossa investigação preliminar está determinada – mas ainda não está completa – que não havia ninguém ao volante daquele veículo”, disse o policial. “Temos quase 99,9% de certeza.”

A equipe de emergência levou cerca de quatro horas e cerca de 32 mil galões de água para apagar o incêndio que envolveu o veículo elétrico, disse o policial Herman. Baterias de alta tensão como as usadas nos carros da Tesla podem reacender depois de serem danificadas, mesmo depois de os bombeiros apagarem um incêndio, segundo o National Transportation Safety Board.

Neste domingo, 18, as autoridades ainda investigavam se o airbag do passageiro dianteiro disparou e se o sistema avançado de assistência ao motorista do veículo estava ativado no momento do acidente.

Nem a Tesla Inc. nem a National Highway Traffic Safety Administration, o principal regulador de segurança automotiva dos EUA, responderam aos pedidos de comentários da agência de notícias Dow Jones.

A Tesla diz aos condutores que usam seu sistema de assistência ao motorista, conhecido como Autopilot (piloto automático), para prestarem atenção na estrada e se prepararem para assumir o controle do veículo. A empresa também diz que dirigir com o sistema Autopilot ativado é mais seguro do que fazê-lo sem ele. Fonte: Dow Jones Newswires.

Últimas