Estabelecimento é furtado na Rua Doutor Paulo Hervê

07/05/2016 11:00

Mais um estabelecimento comercial da Rua Doutor Paulo Hervê, no bairro Bingen, foi furtado na madrugada da última sexta-feira. Dessa vez o crime aconteceu em um restaurante localizado no número 1173. O prejuízo, segundo a proprietária, gira em torno de R$3 mil. A Polícia Militar foi acionada e o registro da ocorrência foi registrado na 105ª Delegacia de Polícia. 

De acordo com as informações da PM, não houve sinais de arrombamento nas portas de entrada e possivelmente os assaltantes entraram pelos fundos. Todas as bebidas, garrafas de cervejas, refrigerantes, todos os congelados, massas e petiscos, foram furtados. Os produtos armazenados dentro de uma geladeira, além das carnes, também foram levados. 

A proprietária, que preferiu não ser identificada, contou que em dinheiro os assaltantes levaram apenas moedas e pouco troco que havia no caixa. Mas a toda hora sente falta de uma coisa. O estabelecimento não tem câmera e não foi possível descobrir a identidade dos suspeitos. Em dez anos de funcionamento no mesmo local, essa foi a primeira vez  que o comércio foi furtado. 

“Nunca precisei me preocupar, nossa segurança era a empresa de vigilância que tinha diversas câmeras com grande alcance e ainda vários guardas, só que fecharam e acho que depois disso foi quando começou essa série de roubos aqui na rua e nas adjacentes também. Acho que está faltando policiamento, eles passam muito durante o dia, mas à noite não e a guarita é longe. Outras lojas e uma farmácia foram vítimas do mesmo crime”, diz. 

Ainda segundo a proprietária do estabelecimento, a onda de assaltos se estende a residências da rua Henrique Raffard. 


Mais um estabelecimento comercial da Rua Doutor Paulo Hervê, no bairro Bingen, foi furtado na madrugada da última sexta-feira. Dessa vez o crime aconteceu em um restaurante localizado no número 1173. O prejuízo, segundo a proprietária, gira em torno de R$3 mil. A Polícia Militar foi acionada e o registro da ocorrência foi registrado na 105ª Delegacia de Polícia. De acordo com as informações da PM, não houve sinais de arrombamento nas portas de entrada e possivelmente os assaltantes entraram pelos fundos. Todas as bebidas, garrafas de cervejas, refrigerantes, todos os congelados, massas e petiscos, foram furtados. Os produtos armazenados dentro de uma geladeira, além das carnes, também foram levados. A proprietária, que preferiu não ser identificada, contou que em dinheiro os assaltantes levaram apenas moedas e pouco troco que havia no caixa. Mas a toda hora sente falta de uma coisa. O estabelecimento não tem câmera e não foi possível descobrir a identidade dos suspeitos. Em dez anos de funcionamento no mesmo local, essa foi a primeira vez  que o comércio foi furtado. “Nunca precisei me preocupar, nossa segurança era a empresa de vigilância que tinha diversas câmeras com grande alcance e ainda vários guardas, só que fecharam e acho que depois disso foi quando começou essa série de roubos aqui na rua e nas adjacentes também. Acho que está faltando policiamento, eles passam muito durante o dia, mas à noite não e a guarita é longe. Outras lojas e uma farmácia foram vítimas do mesmo crime”, diz. Ainda segundo a proprietária do estabelecimento, a onda de assaltos se estende a residências da rua Henrique Raffard. 


Últimas