Escolas voltam a suspender aulas após casos de covid

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 16/maio 20:06
    Por Jussara Madeira, especial para a Tribuna

    A Escola Municipal Johann Noel teve as aulas suspensas nesta segunda-feira (16), devido à notificação de quatro casos positivos de covid-19 entre professores. Segundo dados do painel de notificação nas escolas públicas e privadas, do dia 1º de maio até o dia 10, foram 47 notificações, sendo apenas nove casos confirmados até o momento, um aumento significativo em relação ao mês de abril que, ao longo de todo o mês, registrou 35 notificações. Destes, 17 casos de Covid-19 foram confirmados no ambiente escolar. As aulas nesta unidade serão retomadas parcialmente nesta terça (17).

    Ainda de acordo com o painel, das 47 notificações registradas nos primeiros 10 dias de maio, 38 foram de escolas públicas e nove de escolas particulares. Já no mês de abril, dos 35 casos suspeitos, 25 notificações partiram de escolas públicas e 10 de unidades da rede privada.

    A Secretaria de Educação informou que, seguindo orientações do Setor de Epidemiologia da Secretaria de Saúde, as aulas na Escola Municipal Johann Noel serão retomadas nesta terça-feira (17) para os alunos do segundo segmento e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

    Casos suspeitos de covid-19 nas escolas podem ser comunicados diretamente à Vigilância Epidemiológica por funcionários, alunos e seus responsáveis. Com garantia de sigilo, um sistema criado pela Secretaria de Saúde permite a auto notificação pelo link: www.smspetropolis.net.br/notificaeducacao.  Além de acelerar a identificação, a medida amplifica os meios de controle da pandemia.

    A suspensão das aulas ocorre após análise do Setor de Epidemiologia, que pode orientar a suspensão parcial (das turmas) ou total dependendo da quantidade de casos.

    Segundo a prefeitura, do dia 10 de maio até o momento, duas escolas tiveram casos confirmados de covid-19: Johann Noel e Robert Kennedy. No total foram oito casos – entre professores e profissionais de apoio.

    Últimas