Entre os 20 mil que deixaram de tomar 2ª dose da vacina da covid estão professores, pessoal da saúde e rodoviários

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 19/maio 02:55

    Petrópolis tem 97,7% do público vacinável com a primeira dose da vacina contra a covid-19  (261 mil pessoas) e  90,2% (241 mil pessoas) com a segunda.  Mas, chama a atenção, quando se recorta determinados grupos, as pessoas que deixaram de tomar a segunda dose – cerca de 20 mil.

    Segunda dose incompleta

    Com a primeira dose foram 205 os moradores de rua vacinados, mas com a segunda dose este número cai quase à metade com 114 imunizados.  Entre os profissionais de saúde são 17.949 os vacinados com a primeira e 16.519 com a segunda. Na Educação, foram 4.778 com a primeira e 3.991 com a segunda. Entre os rodoviários os números ficam em 2.155 e 1.663 entre primeira dose e segunda dose.  Então o que leva 91moradores de rua, 1.430 trabalhadores da saúde e 492 profissionais da educação deixar de tomar a segunda dose?

    Mais reforço

    Longe de a gente se meter na vida de nossas autoridades em saúde, mas precisa haver uma campanha que reforce muito a segunda dose. A terceira etapa de imunização tem hoje 144 mil pessoas com a vacina de reforço no braço e a gente partiu já para a quarta dose para idosos acima de 70 anos e imunossuprimidos. Mas, considerando que a pandemia ainda não acabou é muita gente ainda para vacinar com a segunda dose em diante.

    Bazar do Serratec

    Termina hoje o bazar do Serratec – Parque Tecnológico da Região Serrana e o Instituto Biomob – Soluções Inovadoras para Acessibilidade. Ele funciona das 9h às 16h, na Escola de Música Santa Cecília. Entre 13 e 15 de maio, foram entregues seis mil peças e atendidas cerca de 500 pessoas.  O objetivo do bazar é distribuir as roupas que foram previamente triadas e categorizadas para serem doadas em perfeito estado. A novidade  é que as pessoas recebem  um voucher com direito a 20 peças, escolhem o que desejam e não precisam pagar por elas. 

    Oooops! Não foi aqui, mas vale o registro porque é na cidade vizinha: asfaltaram a linha do trem em Piabetá quando estavam fazendo uma obra da prefeitura. Os moradores é que se encarregaram de tirar o asfalto para o trem voltar a circular.

    Eu te disse

    Não foi por falta de aviso nosso. Além de uma denúncia ao Ministério Público foi aberta uma ação civil pública que questiona o fato de Jamil Sabrá ser presidente da CPTrans. Tendo sido recentemente dirigente partidário, vice-presidente do PSC, ele estaria impedido de ter cargo de diretoria na empresa de economia mista responsável pelo trânsito e transporte na cidade. A lei determina que é preciso cumprir uma quarentena de 36 meses antes de assumir cargos do tipo. Jamil só se desligou do cargo no PSC em janeiro de 2021. A ação civil pública foi proposta pelo vereador Marcelo Lessa.

    Avisamos também

    Considerando que o prefeito Rubens Bomtempo tem o melhor jurídico do país, tendo em vista tudo o que rolou até ele tomar posse, há quem diga que Jamil fica. Partisans, horríveis que somos, vamos desencantar esse povo: talvez não se mova uma palha por Jamil. A conferir.

    Pintar é Sonhar

    Quatorze membros da Associação dos Artistas Plásticos de Petrópolis lançaram nova mostra para comemorar os 15 anos da entidade. A exposição “Pintar é Sonhar” ficar em cartaz até o dia 26 de junho no Centro Cultural – Estação Nogueira

    Caravana solidária

    Uma caravana sai neste sábado de Petrópolis para o  Instituto Nacional do Câncer para doação de sangue e plaquetas para Pietra Ayumi, de seis anos, que está internada. Ela já fez transplante de medula, mas agora luta para vencer algumas sequelas de quimio e radioterapia. A Caranava sai às 6h30 do Colégio Padre Correa. Quem quiser participar deve informar seus nomes hoje pelo Whatsapp (24) 98843-6676

    Todos por Pietra! Caravana sai de Petrópolis sábado para doação de sangue e plaquetas no Inca.

    Troca de livros

    Na Semana Internacional dos Museus tá rolando a Feira de Troca de Livros  na biblioteca do Museu Imperial. Petropolitanos e visitantes podem aproveitar a feira de 9h às 12h e de 14h às 18h. A entrada é franca.

    CPI da Alerj

    Eles juram que não tem viés político, mas uma CPI da Alerj para verificar a aplicação de recursos em função da tragédia das chuvas também atrapalha a campanha do deputado federal Marcelo Freixo a governador em Petrópolis porque vai questionar as ações da prefeitura que é do seu partido. E também dá palco ao governo do estado, visto que a comissão vai durar seis meses e pegar o período eleitoral. E é comandada por deputados alinhados com Castro.

    Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

    Últimas