Empresas de ônibus contratam profissionais para manutenção: sobram vagas, falta mão de obra

15/fev 18:55
Por Redação / Tribuna de Petrópolis

As empresas de ônibus em Petrópolis estão oferecendo vagas de emprego no setor de manutenção. A Cidade Real está contratando mecânico, auxiliar de manutenção e moleiro. Os currículos devem ser enviados para o e-mail recrutamento@cidaderealtransportes.com.br. A Petro Ita e Cascatinha estão com vagas para mecânico a diesel e eletricista. Estes devem ter experiência mínima de um ano. Os currículos podem ser enviados para o e-mail rh@petroita.com.br.

Já a Turb Petrópolis está com vagas disponíveis para eletricista, lanterneiro/funileiro e mecânico. O requisito básico é residir em Petrópolis, ter escolaridade a partir do 5º ano do Ensino Fundamental e experiência nas vagas disponíveis. O currículo deve ser enviado para o e-mail vagas@turbpetropolis.com.br.

O Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Petrópolis (Setranspetro) destacou que há um mercado cheio de oportunidades para este setor. Isso porque as vagas estão disponíveis, mas falta mão de obra. O coordenador de manutenção da Cidade Real, Alberto Lourenço, explicou a situação:

“O déficit de profissionais já existe há algum tempo. As operadoras estão com dificuldades em encontrar colaboradores voltados à área de manutenção. Muitos que ainda atuam, já estão próximos da aposentadoria. Não estamos vendo renovação da mão de obra, sendo esse, o nosso maior desafio para os próximos anos”, explicou.

Em Petrópolis, os trabalhos no setor de manutenção são maiores, principalmente, em razão da topografia desfavorável da cidade. O desgaste acontece por causa do excesso de buracos, curvas fortes, além de ruas íngremes, que dificultam uma operação mais eficiente, sendo o serviço de manutenção primordial para o atendimento à população.

“O nosso objetivo todos os dias é prestar um serviço de excelência, atingindo um grau de satisfação aos nossos clientes internos e externos. Queremos ver os nossos motoristas e cobradores satisfeitos com o nosso serviço e também toda a população sendo atendida de maneira eficiente, mediante o desempenho do nosso trabalho”, concluiu Alberto.

Os principais problemas identificados pelas equipes de manutenção das empresas diariamente são o alto consumo de itens como pneus, suspensão, direção, freios e embreagem, que alteram o processo de vida útil do veículo, trazendo desgaste prematuro.

As garagens de ônibus funcionam todos os dias da semana, inclusive pela madrugada. Nestes locais, profissionais empenhados buscam prestar um serviço de qualidade, realizando correções e trabalhos preventivos nos ônibus.

Saulo Inocêncio Faria, de 37 anos, é eletricista da Turb Petrópolis há oito anos. Em 2019, foi um dos destaques do setor de manutenção, no Prêmio Vocação Rodoviário. O colaborador atua no turno da madrugada, garantindo o bom funcionamento dos ônibus ao longo do dia.

“É um trabalho que faço com muito carinho, pensando no bem estar do cliente que vai utilizar o coletivo. Infelizmente, o eletricista para veículos é uma profissão que está começando a ficar extinta no mercado de trabalho em Petrópolis. É difícil encontrar pessoas trabalhando nessa área, que é muito importante e pode trazer benefícios à nova geração”, disse.

Saulo atua na instalação de câmeras de monitoramento, roleta, validador, GPS e também realiza procedimentos voltados à mecânica. “Temos que saber de tudo um pouco. Existem defeitos que as pessoas pensam que são mecânicos, quando na verdade, são elétricos”, explicou.

Últimas