Embalado no Beira-Rio, Inter ataca o Red Bull Bragantino por inédita 5ª posição

21/out 07:30
Por Estadão

O Internacional perdeu o título da edição passada do Brasileirão apenas na rodada final. Andou sempre entre os melhores e acabou como vice-campeão. Nesta temporada, apesar de figurar entre os favoritos, largou mal, flertou com o rebaixamento e apenas nas últimas rodadas cresceu na competição. Nesta quinta-feira, às 20 horas, a equipe recebe o Red Bull Bragantino com a meta de subir à inédita quinta colocação. Para isso, necessita ganhar a sexta seguida no Beira-Rio.

O estádio vem sendo um trunfo para o crescimento dos comandados de Diego Aguirre. Depois de um 0 a 0 com o Cuiabá, no fim de julho, a equipe colorada engrenou sob seus domínios e vem emplacando vitórias contundentes, como os 5 a 2 na Chapecoense. Bateu, ainda, Fluminense, Fortaleza, Bahia e América-MG.

São cinco triunfos seguidos no Beira-Rio e impressionantes 15 gols anotados, média de três por encontro. Yuri Alberto, com seis gols nesta série – apenas contra o Fortaleza não marcou – assumiu a artilharia do Brasileirão, com 11, e espera manter a boa fase.

O centroavante prometeu “ir para a galera” no reencontro com os torcedores, diante da Chapecoense, e anotou logo quatro – um foi anulado. Em sintonia com o torcedor, espera seguir ajudando em confronto direto com os paulistas.

O jogo foi adiado da última rodada do primeiro turno e vale duas posições aos gaúchos em caso de vitória. Passaria o Corinthians, com 40 pontos, e igualaria os 42 pontos do Bragantino, levando vantagem no número de vitórias (ficaria 11 a 10).

O técnico Diego Aguirre não terá o goleiro Daniel, machucado, além de Heitor e Edenilson. O reserva da lateral-direita levou o terceiro amarelo e o meia foi expulso na derrota contra o Palmeiras, no domingo. Saravia, julgado no STJD, está liberado e confirmado. Rodrigo Lindoso volta e briga por vaga com Johnny.

VISITANTE DESFALCADO – O Bragantino tem muitas baixas para o confronto direto com Internacional. Sem perder as últimas cinco partidas do campeonato – duas vitórias e três empates – o técnico Maurício Barbieri vai precisar quebrar a cabeça para definir a escalação.

O treinador do quinto colocado do Brasileirão não vai contar com cinco jogadores que são titulares absolutos, além do atacante Gabriel Novaes, suspenso pelo terceiro amarelo.

O volante Jadsom também cumpre suspensão, enquanto o lateral-esquerdo Luan Cândido e o meia Praxedes estão no Departamento Médico. Já os atacantes Artur e Ytalo seguem afastados após testarem positivo para a Covid-19.

As boas notícias para Barbieri são os retornos do zagueiro e capitão Léo Ortiz e do meia Eric Ramires, ambos à disposição após cumprirem suspensão no empate com o Ceará, por 2 a 2.

Últimas