Eleição adiada e dinheiro curto: combinação ruim para Bernardo Rossi

  • 12/07/2020 00:01

    Cenário

    A pior coisa que poderia ter acontecido ao prefeito Bernardo Rossi, que tenta a reeleição, foi o adiamento do pleito. Ao contrário do que muitos pensam que com dilatação de prazo vai dar tempo de inaugurar mais obras, o problema é que com mais tempo vai faltar é dinheiro para compromissos e salários.

    Anúncio

    Ao lado do deputado federal Luizinho, que foi secretário estadual de Saúde, o prefeito Bernardo Rossi gravou para as redes sociais, em Brasília, um vídeo dizendo que o parlamentar iria dar uma boa notícia: R$ 13 milhões para a Saúde em Petrópolis. Luizinho, na sequência, falou com coisa com coisa, elogiou o Santa Teresa e… o vídeo termina!

    Mas, cadê?

    Pessoal do Hospital Nossa Senhora Aparecida, que acelerou as obras para que a prefeitura pudesse contratar 55 leitos de UTI deve estar meio triste. O HST disponibilizou sete leitos pelo SUS para a Covid-19. Segundo Luizinho eles vão ao ministro da Saúde para tenta incluir Petrópolis na Portaria 1.666/20 baixada dia 1º. Mas, nem um município do Rio foi contemplado com as verbas dessa portaria… Porém, Luizinho tem certeza que o ministro vai atendê-lo para que “a saúde de Petrópolis seje” (sic) reforçada.

    Prejudicado

    Peraí! Mas, só flexibilizaram o Baninho?  Justo ele que é do grupo de risco e que voltou a fazer agendas ao lado do prefeito? Onde estão os demais secretários? Acabou home office, gente!

    Olha que bonito o vereador Marcelo da Silveira combinando a gravata com a máscara, fazendo a linha fashion.

    Guloso e…

    Guloso – com duplo sentido – o vereador Dudu, né? Tudo é dele. Pode ser obras, serviços, o que for que o governo faça ou anuncie ele vai às redes e comemora ter sido atendido em suas indicações. Não precisa nem ter prefeito. Era botar Dudu e suas indicações que a cidade andava.

    ….Gulosinho

    Falando em guloso, o Gulosinho, figura folclórica, peemedebista de raiz, voltou às ruas com suas famosas placas onde escreve ditados, frases de efeito, pragas etc. Mas ele não tava no governo? Já botaram o homem na chuva?

    Projeto

    E a grana dos candidatos tá mesmo curta. Tem pré-candidato cooptando apoiadores na base do “acreditar em um projeto”.  Alguns incautos têm caído.

    Palácio de Cristal

    Tá entrando no sétimo mês de Palácio de Cristal fechado para obras com canteiros esburacados e tudo abandonado. A empresa licitada desistiu da obra e a segunda colocada iria assumir este mês, segundo a prefeitura. Mas, continua tudo igual.  Em Brasília, o prefeito Bernardo Rossi anunciou que cobrou da Caixa uma parcela de R$ 140 mil pra obra… mas nem empresa tem! E ainda continua embargada pelo Iphan por falta de laudo arqueológico já que a obra esburacou todo o terreno. Já que estava em Brasília, Rossi podia ter dado uma esticada no Iphan e visto se desenrolava o embargo.

    Diferentes

    A prefeitura passou a informar nos boletins diários da Covid-19 os testes rápidos. Aí, a gente confere (números de sexta) que são 2.873 positivos de 10.755 testados.  Mas, no painel no site https://smspetropolis.net.br/covid-19/ a gente tem 1.827 casos confirmados de 2.854 testes feitos.

     

    O que você vai ouvir nesta campanha:

    Posso entrar pra tomar um café?

    Meu amigo! Conto com você!

    É mimimi!

    É fake news!

    Nesse você pode confiar!

    Eu não faço promessas!

    Petrópolis vai voltar a crescer!

     

    E depois, em 2021, você vai ouvir:

    Marca uma hora com minha secretária.

    Me manda um zap.

    Quando eu cheguei já estava assim.

    O rombo nas contas é bilionário.

    O problema de Petrópolis é muito grave.

    É fake news!

    É mimimi!

     

     

    Linda a imagem do Caxambu registrada por Cristiane Oliveira. 

    Últimas