Educação: 1.476 profissionais da Educação ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra a covid

02/set 12:15
Por Janaina do Carmo

A Prefeitura de Petrópolis está convocando os profissionais da Educação para a aplicação antecipada da segunda dose da vacina AstraZeneca. De acordo com dados divulgados pelo governo, até o momento, dos 2.881 profissionais aptos a terem a vacina antecipada, 1.405 compareceram aos postos e concluíram o ciclo de imunização. Ainda faltam 1.476 para completarem o esquema vacinal contra a covid-19.

O município corre contra o tempo para vacinar todos os profissionais da Educação e assim atender a decisão da justiça, que só autorizou a convocação para o retorno às salas de aula, os trabalhadores que estiverem com o esquema vacinal completo, ou seja, só após 14 dias da segunda dose. A decisão da justiça foi favorável ao Sepe, que entrou com ação contra a retomada das aulas presenciais na rede municipal.

Leia também: Sepe consegue liminar para que retorno dos profissionais às salas de aula só aconteça 14 dias após a segunda dose da vacina

A previsão é que as aulas presenciais (com sistema híbrido – presencial e remoto) na rede municipal tenham início no dia 13 de setembro com os alunos do Ensino Médio (Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio) e do 1º / 2º / 3º ano do Ensino Fundamental I. O retorno as salas de aula será gradativo e o calendário segue até o dia 11 de outubro.

A prefeitura também irá concentrar na Casa da Educação Visconde de Mauá a aplicação de segunda dose da vacina contra a covid-19 aos profissionais de Educação vacinados durante o mutirão de vacinação no dia 12 junho, no Centro de Saúde Coletiva, no Centro e na UBS do Quitandinha. A aplicação da segunda dose para este grupo será nos dias três e oito de setembro.

Dentre 5.247 profissionais de Educação existentes na cidade – conforme estimativa do Ministério da Saúde (MS) – 4.776 receberam a primeira dose, 33 a dose única do imunizante e 1.498 concluíram o esquema de vacinação recebendo a segunda dose. A redução do intervalo entre 1ª e 2ª doses da AstraZeneca foi anunciada após deliberação do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conassems), junto com a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19 (Cetai).

Últimas