Dos 10 mil testes feitos em Petrópolis, 27,6% são positivos

  • 13/07/2020 00:01

    Testes

    Entre testes rápidos e os chamados PCR, a Prefeitura contabiliza (em números de sexta-feira), 10.775 testes para a Covid-19. E, deste total, 2.873 tiveram resultado positivo, ou seja, 27,6%.  Colocando o índice – grosso modo, sem viés técnico científico, epidemiológico etc – sobre a população seriam 82 mil moradores em contato com o vírus nestes 100 dias de pandemia. É só uma observação para demonstrar que cada um deve fazer a sua parte para que o vírus deixe de circular aqui.

    Dudu é o cara…

    E um Partisans lembrou, depois que falamos que o vereador Dudu aparece em todas, que ele participou da inauguração de um aparelho de última geração, o flatscan, no posto de polícia técnica de Petrópolis, no HAC.  Na hora de descerrar a placa para a inauguração, quem se mete entre a chefe do posto Mary Laura Perez, a delegada Juliana Ziehe e o prefeito ? Dudu!

    …de pau!

    Sem ser convidado nem nada, lá apareceu. A imprensa oficial tentava fazer uma fotografia sem Dudu, mas ele sempre surgia atrás das três autoridades que foram inaugurar o flatscan.  Presentes viram o constrangimento do prefeito e a tentativa de ficar longe de Dudu.  Mas, o vereador nem liga. Ele vai ficando, vai ganhando espaço (com trocadilho, por favor) e tudo certo!

     

    Se você ficar sem bateria no terminal Centro pode ir carregar seu celular neste nicho moderno que a Prefeitura instalou na reforma do espaço. E pode ficar tran-qüi-lo: tem seguro contra incêndio.

    Barreira seletiva

    Tem empresário enxergando como excludente a flexibilização das barreiras sanitárias para a Rua Teresa. Comércio de outros locais reclamam que podem não ter clientes fixos de outras localidades, mas poderiam ser acessados por compradores de fora também.

    Vocês que lutem

    A prefeitura de Petrópolis já flexibilizou uma penca de atividades econômicas. E aguarda o que para flexibilizar a si mesma?  Em Teresópolis, atendimento ao público retorna hoje, ainda que em horário reduzido. Aqui, a flexibilização está rolando desde o dia 15 de junho, mas para o serviço público, nada ainda.

    Fora de hora

    No dia em que a cidade registrou 120 mortos por Covid-19, a prefeitura, em suas redes sociais, recordava o Carnaval 2019 e a Vila Isabel que levou Petrópolis para a Sapucaí.

    Mais uma etapa

    Os futuros moradores do bloco 3 do Conjunto Vicenzo Rivetti foram convocados pela prefeitura a estarem amanhã, de 10h às 16h, no local, para assinatura de contratos. Sobre a autorização da mudança para os apartamentos a prefeitura não falou, nada não. 

    Vai demorar

    Outra parcela já assinou contrato em março, mas a mudança não foi permitida por conta da pandemia. A pressão, agora que flexibilizou comércio e coisa e tal, é que se libere que as famílias mudem, finalmente, para o condomínio. Há uma corrente, no entanto, que diz que o prefeito está esperando os números da Covid-19 baixarem para fazer uma entrega com festa. 

    Qual a diferença?

    Partisans, fracos que somos da ideia, têm uma dúvida sobre flexibilização: quem trabalha na cidade já pode ter a oportunidade de ir e voltar do trabalho em ônibus urbanos lotados. Quem trabalha no Rio e outras cidades continua prejudicado com a suspensão das viagens de transporte intermunicipal por quê? Galera está se virando dividindo carro e gasolina pra ir trabalhar. Isso quem já não perdeu o emprego.

    Ainda tá ruim

    Os números da Covid-19, que a prefeitura não gosta muito de ser questionada, mostram que não estamos ainda distantes de riscos. Entre os dia 3 e 10 de julho, o número total de 1.503 passou para 1.825, um crescimento de 21,4% em apenas uma semana.

    Candidato

    O PSDB, presidido por Miguel Barreto, bateu o martelo e não vai ter candidato à majoritária este ano.  O partido vai apoiar Jamil Sabrá, que é pré-candidato, do PSC.  O PTC também participa desta coligação.

     

     

     

    Mônica Funger fez este belo clique no lago do Palácio Quitandinha. 

    Últimas