Dia Mundial sem carro: frota da cidade cresceu 15% em um ano

  • 18/09/2018 17:09

    Os automóveis são práticos, eficientes e muito cômodos, mas ainda são um meio de transporte de alto custo e, para quem precisa dele todos os dias, querendo ou não, torna-se uma rotina cansativa. Nesta semana, em comemoração do Dia Mundial Sem Carro, que acontece no próximo sábado, dia 22 de setembro, em todo mundo é realizado um movimento de reflexão sobre uso excessivo de automóveis. A proposta é que as pessoas que revejam a dependência que criaram em relação aos carros e motos.

    Leia também: Rua Paulo Barbosa campeã de acidentes

    A mobilidade urbana é uma questão que vem sendo discutida por toda a sociedade. O aumento do número de novos carros e motos na cidade nos últimos cinco anos é surpreendente. Dados do Detran-RJ, mostram que em 2013 a frota total de carros e motos era de 118.461 mil, em 2018 esse número cresceu cerca de 15%, sendo 139.169 mil veículos. Petrópolis tem sofrido cada dia mais com os impactos desse aumento. 

    Falta estacionamento rotativo, sobram congestionamentos em horários de pico e quando chove a situação fica ainda pior. Mas buscar alternativas de locomoção que ajudem a economizar tempo, recursos e desgaste mental é uma saída  para a rotina agitada dos centros urbanos. Bicicletas, caminhadas e até o transporte coletivo são meios econômicos, saudáveis e rápidos para pequenos deslocamentos.

    Leia também: Petrópolis tem madrugada de domingo marcada por acidentes

    Capitais como São Paulo têm se tornado referência na implantação de ciclovias. Apesar de ainda enfrentar grande dificuldades, o novo sistema tem sido bem aceito pela população. Em Petrópolis, o Circuito de Esportes e Lazer, na Avenida Barão do Rio Branco, tem cerca de 6,5 quilômetros sinalizada e com marcação para ciclovia. O circuito é montado todos os domingos, a partir de 8h, e fica aberto até 16h. Uma faixa vermelha delimita o espaço de 1,5 metros de largura entre o meio fio e a via, permitindo que os ciclistas utilizem a área diariamente. 

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda 15 minutos de caminhada ou pedalada diariamente. Além de bom para o meio ambiente, já supre a necessidade de exercício diário. A organização recomenda a prática de 30 minutos de atividade física em cinco ou mais dias na semana. Esse tempo pode ser contabilizado de forma separada nas atividades do dia a dia. 

    Deixar o automóvel na garagem e optar novos hábitos melhoram não só a saúde, como contribuem para limpar o ambiente. A poluição do ar representa atualmente o maior risco ambiental para saúde. De acordo com dados da OMS, nove em cada dez pessoas no planeta respiram ar com altos níveis de poluentes. Isso representa 90% da população mundial, ou 7 mil mortes anualmente por doenças relacionadas a esses poluentes, como câncer de pulmão, AVC e asma. 

    O Dia Mundial Sem Carro é comemorado com atividades de conscientização em todo o mundo. A data foi instituída na França em 1997 e adotada por cidades de todo o mundo. Nesta semana, que tal aproveitar para incluir novo hábitos de locomoção e dar uma folga para o automóvel? Além de ajudar o ambiente, a prática vai fazer seu corpo agradecer.

    Leia também: Levantamento da CPTrans mostra 35 mortes em acidentes de trânsito em 2017

    Últimas