Dia das Mães deixa otimistas proprietários de floriculturas

  • Continua após o anúncio
  • Continua após o anúncio
  • 03/05/2016 09:10

    O Dia das Mães será no próximo domingo e um dos presentes mais comercializados na data são as flores. Porém,este ano a produção diminuiu 30% em comparação aos anos anteriores. De acordo com o maior produtor do Caxambu,as vendas apresentaram queda desde o mês de janeiro. Apesar do dado, as floriculturas estão otimistas e no domingo funcionarão em horário especial.Para o produtor Joaquim Gonçalves da Costa, a produção de copos-de-leite, egipte e tango caminha a passos lentos.Ele tem 59 anos e herdou as habilidades do pai, trabalhando a vida inteira no ramo. A experiência durante todo este tempo garante a diminuição da procura. “Por causa das baixas vendas e por conta do mau momento que o país enfrenta, o consumo diminuiu. Até janeiro vendeu bem, mas de lá pra cá caiu muito. Não está aquela empolgação de sempre”, conta.Outra comprovação da baixa produção é que na data a produção que geralmente aumenta bastante teve que diminuir. “Todos plantam amais neste período, mas este ano já diminuímos, pois não dá para arriscar. A produção está bem devagar e este ano registramos menos 30% em comparação ao ano passado.Os pedidos e agendamentos também não são a mesma coisa”, afirmou Joaquim.Apesar de poucas, os consumidores podem esperar belas flores, já que a temperatura diminuiu. Joaquim contou que a chuva ajudou a dar mais durabilidade à planta.A gerente de uma floricultura que fica na Praça Osvaldo Cruz, Ana Maria Pereira,contou que domingo a loja funcionará em horário especial,das 6h30 às 17h, para atender os clientes. “Por enquanto ainda não temos nenhuma encomenda e a procura ainda não começou.As vendas não são mais como antes, porém ainda é bem movimentado o dia, a flor é um diferencial que complementa um outro presente. Sempre ficamos na expectativa de boas vendas”, conta.

    Últimas