Detran e Polícia Rodoviária Federal vão trocar informações: objetivo é ter canal de comunicação direta

16/set 18:46
Por Redação / Tribuna de Petrópolis

O Detran e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) firmaram hoje (16/09) um acordo de cooperação técnica com o objetivo de estabelecer um canal de comunicação direta entre as instituições e tornar mais célere a troca de informações. Foi o primeiro acordo deste tipo assinado pela PRF com um Departamento de Trânsito no país. O presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder, o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Silvinei Vasques, e o superintendente da Polícia Rodoviária Federal do Rio de Janeiro, Rômulo Silva, assinaram o documento na sede do Detran, no Centro do Rio.

O acordo prevê também a realização de operações em conjunto, o intercâmbio de dados e tecnologias, o acesso do Detran ao sistema da PRF – que permite monitorar veículos suspeitos -, e a capacitação de servidores dos dois órgãos. Pelo acordo, os policiais rodoviários poderão realizar consultas nos sistemas de segurança do departamento, por meio de acesso biométrico, para a identificação de suspeitos.

“O acordo de cooperação vai possibilitar a troca de informações entre os órgãos, assim como a realização de operações em conjunto. Essa integração operacional é benéfica para ambas as instituições, que estarão alinhadas para promover a segurança no trânsito e da sociedade do nosso estado, em geral”, destaca o presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder.

O Detran.RJ também vai atuar na formação de condutores da PRF, capacitando instrutores e colaborando para implantação de um Centro de Formação de Condutores na Superintendência da instituição no Rio. Para a PRF, o primeiro acordo deste tipo com um Detran no país, vai facilitar o combate ao crime organizado:

“A data de hoje é muito importante para a PRF aqui no Rio de Janeiro, em razão do convênio firmado com o Detran, que visa, principalmente, reduzir o número de mortes nas estradas e facilitar o combate ao crime organizado. A parceria vai disponibilizar informações para que os dois órgãos possam recuperar veículos roubados, furtados ou clonados, trazendo mais segurança para a população fluminense”, ressaltou o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Silvinei Vasques.

Últimas