Crise hídrica em Petrópolis: onde está o plano de contingenciamento?

10/set 02:14

A crise hídrica, a pior dos últimos 31 anos no Brasil, já refletiu em Petrópolis com reservatórios com 23% menos da capacidade de produção e a Águas do Imperador fazendo manobras entre sistemas alternativos para dar conta. Mesmo assim, o Carangola vive falta d’água, inclusive no conjunto habitacional Vicenzo Rivetti.  No Paraná, ontem, 18 cidades estavam com racionamento e outras 13 em alerta, resultado da baixa dos reservatórios do Sudeste.

Maior que isso

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, já disse que a crise hídrica não será uma preocupação apenas em 2021, porque deve continuar nos próximos anos. E Petrópolis como se prepara? Pelo menos o vereador Junior Paixão fez uma indicação: que a Águas do Imperador apresente um plano de contingência. Na verdade o plano precisa ser maior do que a Águas do Imperador com a prefeitura liderando as determinações e envolvendo demais secretarias como Educação e Saúde que tem vários prédios que dependem de água e energia, saber se tem geradores e por aí vai. Evidentemente precisa também operar junto com a Enel, concessionária de energia elétrica no estado que nos abastece.

A Câmara já desistiu?

Falando nisso, só para não deixar o assunto morrer: onde está a audiência pública que iria debater os serviços da Águas do Imperador na cidade que seria convocada pela Câmara e Vereadores?

Natal Imperial

E este ano vai ter. Pelo menos a prefeitura marcou para o dia 22 licitação para escolher empresa que ficará responsável pela execução da programação de Natal, lance máximo de R$ 14 mil.

Ainda as casinhas

Tá longe de resolver questão entre o vereador Domingos Protetor e o líder comunitário Sérgio Mattos. Tudo por conta das casinhas para cães colocadas na Praça de Corrêas. Colocadas por protetores elas foram deslocadas para o ponto de táxi e garante Serginho depois de reformadas. Lá, os taxistas cuidariam de colocar água e comida para os animais e limpar também.  Domingos fez um boletim na delegacia acusando Serginho de furto e disse mais recentemente que é mentira que estejam limpas.  Gente, porque vocês não se encontram para um café e resolvem quem cuida do que de forma civilizada para que possamos entrar em outra pauta?

Ooooops!

E os vereadores se apressaram em defender a gestão interina de Hingo Hammes sobre o estado do Theatro Dom Pedro. Disseram que quem postou nas redes sociais deveria ter entrado e visto o que está sendo feito dentro do espaço. Ué? Mas dentro a obra parou… Mas eles não sabiam? A restauração do Theatro Dom Pedro segue suspensa e sem previsão de quando será concluída. É necessária atualização de documentação dos projetos junto ao Corpo de Bombeiros e a Caixa Econômica Federal.  Mesmo assim, nada justifica o monte de entulho jogado na calçada do Theatro oculto pelo tapume na lateral do prédio…

E era assim que estava o entulho da obra do Theatro Dom Pedro jogado na calçada. Tinha até vaso sanitário…

Visibilidade

E o secretário estadual de Assistência Social, Matheus Quintal, traz para Petrópolis sábado no Colégio Rui Barbosa, no Alto da Serra, o projeto Social + Presente. Vai oferecer desde a isenção de taxas para documentação básica até atendimento jurídico, psicológico e de assistência social para mulheres e para o público LGBTQIA+, além de orientações sobre o direito de crianças, adolescentes e idosos. Onde passa o projeto leva multidões. É como os Partisans deram a dica: se Quintal, que foi candidato a prefeito na última eleição quiser melhorar a performance em sua cidade natal…

Desordem urbana

A Câmara de Vereadores vai realizar uma audiência pública sobre desordem urbana hoje, às 14h. Tomara que tenha presença dos próprios legisladores e que eles abordem desde as motos barulhentas e choque de ordem até fiscalização de entulhos e outras questões do dia a dia que merecem operações permanentes.

E a licitação?

Lembra que os Partisans, em primeira mão, anunciaram aqui que o Tribunal de Contas do Estado intimou que a prefeitura, num prazo de 90 dias, iniciasse licitação para conceder as linhas hoje operadas pela Cascatinha? Então.. foi logo no início de julho. Esse prazo já não acabou, não?

Xiiii!

E não se falou em outra coisa ontem a não ser sobre a intervenção de Hingo Hammes na Secretaria de Assistência Social.  Insatisfeito com resultados ele pretendia colocar lá Gil Kempers, secretário de Defesa Civil para dar uma ajudinha. Partisans, boca de balde que somos, contamos. Ih, bastou para ter desmentidos, vereador nervoso, palavras de “não foi bem assim”, panos quentes… Se bobear nem rola mais chamar o coronel.  

É bem mais embaixo o buraco

Sobre as agruras da gestão interina de Hingo Hammes com crise na educação, na assistência social e nas finanças, um Partisans tascou: “achou que iria governar por aclamação… dos vereadores”.

Contagem         

Petrópolis está há 251 dias sem prefeito eleito pelo povo.

As enfermeiras Simone de Azevedo e Lívia dos Santos, que atuam no Ambulatório Escola da Unifase publicaram um capítulo sobre “A consulta de enfermagem na atenção básica!”. O Conteúdo faz parte do livro “Enfermagem e ensino na atenção básica de saúde – relatos de experiências multiprofissionais”, uma parceria do COFEN/CAPES e o mestrado profissional em ensino na saúde MPES/UFF.

Contatos com a coluna: lespartisans@tribunadepetropolis.com.br

Últimas