Crianças com deficiência terão prioridade na vacinação contra a Covid-19

13/jan 18:27
Por Jussara Madeira

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou que as crianças com deficiência, assim como as com comorbidades, terão prioridade na vacinação contra a Covid-19. O Brasil recebeu nesta quinta-feira (13), 1,2 milhão de doses da vacina da Pfizer especialmente produzida para o público infantil. Um esquema de vacinação já foi montado pelo município, que aguarda somente a chegada dos lotes para iniciar a imunização. 

Responsável pela distribuição do imunizante aos municípios fluminenses, até a tarde desta quinta-feira, a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro ainda não tinha divulgado quando começa o envio dos lotes.

A vereadora Gilda Beatriz comemorou a inclusão das crianças com deficiência no grupo prioritário de vacinação, conforme determinam as leis de inclusão. ” A Anvisa e órgãos de saúde de vários países já certificaram, com base em estudos, que a vacina contra a Covid 19 para crianças é absolutamente segura e eficaz”, ressaltou.  

Assim como demais municípios, Petrópolis já se prepara para iniciar a imunização das crianças com idades entre 5 e 11 anos. Seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde, as primeiras a serem imunizadas serão as com deficiência e comorbidades, já na primeira semana de vacinação. 

Confira o esquema de vacinação infantil do grupo prioritário:

  • 1º dia: crianças com 11 e 10 anos;
  • 2º dia: crianças com 9 e 8 anos;
  • 3º dia: crianças com 7,6 e 5 anos;
  • 4º e 5º dia: público alvo – 5 a 11 anos;
  • 6º dia: Dia D para todas as crianças com deficiência e comorbidades que ainda não tiverem sido vacinadas.

Confira o esquema de vacinação para as demais crianças:

  • 1º e 2º dia: crianças com 11 anos;
  • 3º e 4º dia: crianças com 10 anos;
  • 5º e 6º dia: crianças com 9 anos;
  • 7º dia: Dia D para todas as crianças que ainda não tiverem sido vacinadas;
  • Do 8º dia em diante, será um dia para vacinação de cada um destes públicos: crianças com 8, 7, 6 e 5 anos.

Segundo a Prefeitura, mais de 200 profissionais estarão envolvidos no esquema de vacinação das crianças de 5 a 11 anos, que deverá ser feito separadamente da vacinação do público adulto e, preferencialmente em locais exclusivos, conforme determina Nota Técnica do Ministério da Saúde.  

Ainda segundo a Nota Técnica, a dosagem da Pfizer destinada ao público infantil é de 0,2 ML, e a embalagem da vacina é diferente do imunizante de adultos. Pais deverão acompanhar os filhos na vacinação e a seringa, com a dosagem, deverá ser apresentada ao responsável antes da aplicação.

A Prefeitura informou que haverá seis pontos fixos e outros 15 pontos itinerantes de vacinação. Os fixos serão as Unidades Básicas de Saúde do Quitandinha, do Itamarati, de Itaipava e da Posse; além do Centro de Saúde Coletiva e da Casa da Educação Visconde de Mauá. Para a vacinação nestes locais, será necessário um cadastro prévio no site da Prefeitura: https://smspetropolis.net.br/cadastrarVacina.html.

Últimas